Márquez pode ser bicampeão em Motegi. O que pode impedi-lo?

Com uma enorme vantagem para o segundo colocado na tabela de pontuação, Marc Márquez está com o bicampeonato praticamente garantido. Confira aqui o que pode impedir o título do espanhol da Honda.

Marc

Márquez: se vencer em Motegi, o bi está garantido.

Márquez já poderia ter assegurado o título de 2014, há duas etapas, em Misano na Itália. Mas, assim como fizera duas semanas depois em Aragón, na Espanha, o líder do campeonato caiu, dando à seus rivais, Dani Pedrosa, Valentino Rossi e Jorge Lorenzo uma sobrevida no campeonato.

Ainda assim, a situação é extremamente favorável ao menino-prodígio da Honda. Agora, eles irão correr em Motegi, no Japão, circuito de propriedade da marca da asa alada. Márquez tem 75 pontos de vantagem sobre Pedrosa, 78 sobre Rossi e 90 em cima de Lorenzo. O que precisa ser feito para garantir o título?

Loren

Lorenzo precisa vencer todas as etapas que restam e torcer para que Márquez abandone.

O mais fácil de eliminar é Lorenzo, podendo se dar ao luxo de perder 15 pontos para o espanhol e ainda ser campeão, caso o piloto da Yamaha vença as quatro últimas etapas. Se Márquez terminar em sexto, ou melhor, o rival está riscado. Se Lorenzo chegar em 2º, Márquez poderá chegar até em 11º e se for 3º, o líder do campeonato poderá ficar até numa longínqua 15º posição.

Rossi está mais perto. Se o italiano vencer ou chegar em segundo à frente de Márquez, ainda terá chances matemáticas de ser campeão. Se o ‘Doutor’ for terceiro, Márquez precisa ser quarto. Se o piloto da Yamaha chegar em quarto, o espanhol da Honda precisa ficar no máximo em sexto. Se Rossi for apenas 13º, sua luta pelo título está encerrada.

Vale

Rossi: mesmo com vitória, as chances são apenas matemáticas.

A matemática com Dani Pedrosa é a mais simples. Se Márquez chegar à sua frente em Motegi, o campeonato acaba e o campeão poderá até se dar ao luxo de não correr as três últimas etapas, em Sepang, Philip Island e Valência, mesmo se Pedrosa vencer todas.

Se Pedrosa vencer Márquez no circuito japonês, a diferença de pontos entre os dois companheiros de equipe vai definir o desafio nas próximas etapas. Entretanto, o piloto da moto 93 pode ignorar todas essas variáveis matemáticas se simplesmente vencer a corrida, como já fez tantas vezes esse ano. Com mais um triunfo, não importa a posição de chegada dos rivais, o bicampeonato é seu.

Pedr

Pedrosa precisa da vitória em Motegi.

As chances de Pedrosa, Rossi e Lorenzo existem, mas são diminutas. Dependem totalmente de Márquez não marcar mais pontos em 2014 [o que ainda não aconteceu mesmo com as quedas em Misano e Aragón] e um deles terá de vencer todas as etapas restantes em sequência. Possível, mas improvável. Mesmo assim, a temporada 2014 tem tido duelos inesquecíveis em todas as provas, de modo que vale muito a pena assistir à 15º etapa do mundial.

Deixe uma resposta