Yamaha vence as 8 Horas de Suzuka e o Campeonato Mundial de Endurance

A Yamaha venceu hoje (30) a 40ª edição das 8 Horas de Suzuka, graças a performance consistente de seu trio de pilotos Michael van der Mark, Katsuyuki Nakasuga e Alex Lowes, com direito a volta recorde do pioto inglês. A marca dos diapasões também comemorou o titulo do Mundial de Endurance 2016/2017 pela equipe GMT94 Yamaha.

Alex Lowes comemora vitória nas 8 Horas de Suzuka, com direito a novo recorde de volta mais rápida. (Foto: FIM EWC)

Alex Lowes comemora vitória nas 8 Horas de Suzuka, com direito a novo recorde de volta mais rápida. (Foto: FIM EWC)

Pelo terceiro ano consecutivo, a Yamaha faturou as 8 Horas de Suzuka. Diante de um espetacular público de 128.000 pessoas, o time formado por Michael van der Mark e Alex Lowes, dupla da marca no World Superbike e Katsuyuki Nakasuga repetiu a dose de 2015 e 2016. Lowes conseguiu sua segunda vitória como piloto no grande evento e ainda saiu como dono da nova melhor volta do circuito, 2m06s932.

A liderança do time Yamaha Factory Racing foi praticamente do inicio até o final da corrida. No inicio, até aconteceu uma tentativa de pressão da Musashi RT Harc-Pro Honda. Porém, no decorrer da corrida, Takaaki Nakagami caiu, deixando o time rival totalmente tranquilo na liderança.

Yoshimura Suzuki Motul Racing recebe o Anthony Delhalle EWC Spirit Trophy após grande corrida de recuperação. (Foto: FIM EWC)

Yoshimura Suzuki Motul Racing recebe o Anthony Delhalle EWC Spirit Trophy após grande corrida de recuperação. (Foto: FIM EWC)

A briga pela primeira posição só não foi maior porque o time Yoshimura Suzuki Motul Racing sofreu um acidente ainda no inicio da prova. Depois de terem caído para as últimas posições, a equipe formada por Josh Brookes, Sylvain Guintoli e Takuya Tsuda concluiu na sétima colocação e tal reação foi merecedora do Anthony Delhalle EWC Spirit Trophy.

A grande batalha ao final da prova aconteceu entre as equipes F.C.C. TSR Honda e Kawasaki Team Green. O time da Honda chegou a estar tranquilo no segundo lugar, mas na parte final da prova, o motor da CBR1000RR apresentou problemas, obrigando Randy de Puniet a parar nos boxes. Com isso, a Kawasaki aproveitou para assumir o segundo lugar, após uma grande disputa na pista. A F.C.C. TSR Honda conseguiu colocar sua moto na pista ainda para conseguir completar o pódio.

David Checa, Niccolò Canepa e Mickael di Meglio comemoram o titulo do Mundial de Endurance da equipe GMT94 Yamaha. (Foto: FIM EWC)

David Checa, Niccolò Canepa e Mickael di Meglio comemoram o titulo do Mundial de Endurance da equipe GMT94 Yamaha. (Foto: FIM EWC)

Na briga pelo titulo, a Yamaha Austria Racing Team fez o que deveria para tentar almejar o objetivo. Kohta Nozane, Broc Parkes e Marvin Fritz acabaram a prova em uma grande quinta posição. Porém, não foi suficiente, já que a GMT94 Yamaha conseguiu acabar a corrida na 11ª posição, o suficiente para superar a Suzuki Endurance Racing Team na pontuação e conquistar seu terceiro titulo.

Niccolò Canepa, David Checa e Mickael di Meglio conseguiram manter um ritmo de corrida razoável para completar na posição que daria o titulo de forma justa para os vencedores das 24 Horas de Le Mans, das 8 Horas de Oschersleben e da Eslováquia. Porém, o titulo de pilotos ficou apenas para Canepa e Checa, já que di Meglio não participou das 24 Horas do Bol d’Or realizada ainda em 2016, primeira etapa válida para o campeonato.

Para a Suzuki Endurance Racing Team, o final de semana não foi dos melhores. Depois de largarem na 22ª posição, a equipe ainda sofreu um acidente com o japonês Hamahara, finalizando a prova em 18º e ficando com o segundo lugar no campeonato.

Pódio formado por Yamaha, Kawasaki e Honda. (Foto: FIM EWC)

Pódio formado por Yamaha, Kawasaki e Honda. (Foto: FIM EWC)

Clique aqui para conferir o resultado completo.

A sempre bela e justa homenagem da SERT para Anthony Delhalle, que perdeu a vida precocemente. (Foto: FIM EWC)

A sempre bela e justa homenagem da SERT para Anthony Delhalle, que perdeu a vida precocemente. (Foto: FIM EWC)


Sobre Daniel Machado

Estudante de administração, aprendeu a gostar das corridas em duas rodas graças a Alex Barros. Curte também um bom Rok'n Roll e viajar pelo Brasil. Escreve sobre corridas desde 2009 e acompanha diversas categorias sobre as duas rodas.