Terceiro no grid, Lorenzo se mostra feliz com a Ducati: “estamos no caminho certo”


Um dos pilotos mais felizes após o treino classificatório para o Grande Prêmio da Áustria hoje (12) era Jorge Lorenzo. Após garantir a primeira fila com a terceira posição, o espanhol revelou que seu entrosamento com a Ducati está cada vez melhor.

jorge-lorenzo-gp-da-austria-2017-quali

Lorenzo está utilizando a carenagem com asas ocultas na Áustria. (Foto: MotoGP)

Eu acredito que as coisas boas vêm por um motivo, quando você está trabalhando bem e se sentindo melhor, cedo ou tarde você é rápido“, disse Lorenzo após a classificação. “O que confirmamos em Brno e especialmente no teste [do dia seguinte] é que demos um passo à frente“, acredita o pentacampeão.

Mesmo assim, Lorenzo revelou que os primeiros treinamentos no Red Bull Ring não foram fáceis: “na manhã de sexta-feira estávamos longe, mas pouco a pouco melhoramos a moto e minha pilotagem. E, embora não fizemos uma volta perfeita, fiz três rápidas voltas seguidas e isso é importante para amanhã“, analisou.

Mesmo apresentando velocidade nos sábados, Lorenzo tem falhado em chegar à frente durante as corridas, quadro que pretende reverter dessa vez: “Temos de reconfirmar nossas expectativas no domingo, mas posso dizer que estamos indo no caminho certo“, garantiu.

A nova carenagem me afeta mais do que outros por causa do meu estilo de condução, mas não é só isso – estamos trabalhando em outras áreas que me dão melhor confiança também. E estou ganhando mais conhecimento sobre a motocicleta, especialmente em pneus velhos, e, pouco a pouco, ficando mais consistente“, encerrou. Até aqui, o melhor resultado de Lorenzo com a Ducati foi um terceiro lugar em Jerez.

Leia também
Márquez cheio de confiança: “me sinto melhor do que no ano passado”
MotoGP: Márquez domina e garante pole position na Áustria
Moto2: Pasini supera Morbidelli por 1 milésimo e garante pole na Áustria


Sobre Lucas Carioli

Amante de corridas, Rock’n Roll e das boas coisas da vida. É publicitário por formação, mas descobriu na arte do jornalismo a verdadeira vocação de sua vida, principalmente falando de automobilismo, a sua grande paixão desde 1989. Entre 2011-2014 atuou como editor do site Motorpasión Brasil. Quando não está escrevendo ou tocando contrabaixo, está perdido em alguma estrada com sua moto.