Celebrando 115 anos, Harley-Davidson revela linha Softail 2018 com grandes novidades


A Harley-Davidson apresentou ontem (22), nos Estados Unidos, a surpreendente linha Softail para 2018. A grande novidade foi a introdução do novo motor “Milwaukee Eight” a mais modelos e um chassi inteiramente novo.

harley-davidson-familia-softail-2018

Na linha 2018, Harley-Davidson rompe com algumas tradições e aposta na modernidade para conquistar mais adeptos. (Fotos: Divulgação)

O novo quadro tubular de aço é o resultado de um dos mais extensos projetos de desenvolvimento da Harley-Davidson e aposenta o anterior em linha desde 1991. De acordo com a marca, a nova estrutura é 65% mais rígida, 17 quilos mais leve e com 22% a menos de soldas, resultando em uma maior agilidade.

Eles também desenvolveram duas balanças distintas, uma para pneus mais estreitos (20% mais leve) e outra para os mais largos (15% mais leve). A suspensão dianteira agora é do tipo “Dual-Bending Valve” com amortecimento melhorado para aumentar o conforto. Na traseira, o amortecedor Showa permanece oculto, mantendo o visual “hartdail” dos modelos dos anos 50, enquanto que a geometria renovada melhora a qualidade, a tração e o controle.

harley-davidson-softail-chassi-2018

Linha Softail foi inteiramente renovada, com novo quadro e motor.

Além do novo quadro, a família Softail também terá os novos motores Milwaukee Eight 107º e 114º apresentados no ano passado. Disponível até então apenas na linha Touring e CVO, o V-Twin com 45 graus de inclinação possui sensíveis melhoras em torque e vibrações em relação aos antigos “Twin Cam”, em linha desde 1999.

Enquanto o Milwaukee Eight 107º (1745cc) é padrão em todos os modelos, o Milwaukee-Eight 114º (1868cc) é opcional e disponível para a Fat Bob, Fat Boy, Breakout e Heritage Classic. De acordo com a Harley-Davidson esse propulsor é 9% mais rápido que o 107º de 0-60 mph e 13% de 60-80 mph em quinta marcha.

Harley-Davidson Motor Milwaukee Eight

Ainda novidade, o motor Milwaukee Eight 107º está disponível para mais modelos, com a Fat Boy.

As mudanças não pararam por aí. Todos os modelos agora virão com faróis de LED “Daymaker”, sistema elétrico melhorado, novos tanques de combustível, nova instrumentação, porta USB, ignição sem chave e um sistema de segurança padrão.

Milhares de horas de pesquisa e testes foram colocados no projeto dessas novas motocicletas“, disse  Paul James, gerente de produtos da Harley-Davidson. “Nos concentramos o piloto a um nível mais alto, onde a autenticidade, o patrimônio e a alma conhecem as vantagens da tecnologia em um passeio que deve ser sentido para acreditar”, apostou.

Harley-Davidson Fat Bob (2018)

harley-davidson-fat-bob-2018-2A pequena e gorducha Fat Bob foi um dos modelos que mais mudou para o próximo ano. O modelo urbano da linha Softail está 15 quilos mais leve, com motor Milwaukee Eight 107º de série (114º como opcional).

O modelo também possui uma série de aperfeiçoamentos como, escapes 2x1x2 com acabamento personalizado, discos de freio duplos, Tanque de combustível de 13,2 litros, bengalas invertidas de 43mm e um farol de LED diferente.

Harley-Davidson Fat Boy (2018)

harley-davidson-fat-boy-2018-1A icônica Fat Boy também recebeu grandes modificações, além de chassi e motor. A mais chamativa delas é o novo design das rodas, que rompe com o padrão “bullet hole” original. De acordo com a Harley-Davidson, o modelo ficou mais “audaz e musculoso“.

O pneu dianteiro, por exemplo, tem 160 polegadas de largura, enquanto o traseiro é de 240, simplesmente o mais largo disponível no catálogo. O peso foi reduzido em 15 quilos e o motor Milwaukee Eight 114º está disponível como opcional.

Harley-Davidson Haritage Classic (2018)

harley-davidson-haritage-classic-2018-3

Apesar do visual, os alforjes são rígidos e selados.

Destinada a ser um modelo que evoca o passado da marca, a Haritage Classic mudou menos. Além de motor e chassi, a motocicleta ganhou um para-brisa destacável e piloto automático. Os alforjes, apesar do visual remeter o couro, agora são selados e resistentes à água, com trava.

Harley-Davidson Low Rider (2018)

harley-davidson-low-rider-2018A Low Rider também quase não mudou à primeira vista, mas o modelo agora conta com velocímetro e conta-giros montados sobre o tanque de combustível. A roda dianteira tem 19 polegadas, enquanto que a traseira é de 16. O escapamento é do tipo “Shotgun” 2×2.

Harley-Davidson Deluxe (2018)

harley-davidson-deluxe-2018-2O modelo mais clássico da marca também manteve seu visual praticamente inalterado, ganhando apenas detalhes modernos, como iluminação em LED na frente e atrás e guidão do tipo “pull-back”. A motocicleta, no entanto, também se beneficia do quadro 15 quilos mais leve e do motor Milwaukee Eight 114º como opcional.

Harley-Davidson Breakout (2018)

harley-davidson-breakout-2018-1A “Dragster” da linha chega ao próximo ano com um novo tanque de combustível de 13,2 litros, painel digital menor montado verticalmente e com um ângulo de cáster “mais inclinado do que nunca”, nas palavras da própria marca.

Harley-Davidson Street Bob (2018)

harley-davidson-street-bob-2018Quem também ganhou um novo tanque de combustível foi a Street Bob, de aparência mais suave, assim como painel digital vertical e rodas com raios pretos. A redução no peso total chegou a sete quilos.

Softail Slim (2018)

harley-davidson-softail-slim-2018Tal como acontece com os demais modelos, a Slim recebeu o motor Milwaukee-Eight 107º, mais poderoso e o novo quadro mais leve. A perda de peso chegou à impressionantes 35 quilos, o que muito contribuiu para melhorar a agilidade e resposta do acelerador.

O design, por outro lado permaneceu semelhante, com a motocicleta agora contando com aros pretos e guidão estilo “Hollywood”. O assento é mais curto e as bengalas possuem capas, também na cor preta.

Leia também
Harley-Davidson revela seu novo posicionamento global
Que tal beber um Gim com sabor Harley-Davidson?
Indian revela Scout modelo “Bobber” para concorrer com Harley-Davidson