GMT94 vence 24 Horas de Bol d’Or e começa temporada 2017/2018 na frente


A equipe GMT94 Yamaha, composta pelos pilotos David Checa, Niccolò Canepa e Mike di Meglio venceu hoje (17) as 24 Horas de Bol d’Or realizada no circuito de Paul Ricard, na França. O time, que em 2017 se sagrou campeão do Mundial de Endurance (EWC) começa a temporada 2018 exatamente onde parou.

yamaha-gmt94-24-horas-de-bol-dor-2017-2A corrida, no entanto, não viu um domínio da equipe, pelo contrário. Nos treinos classificatórios, a GMT94 garantiu apenas a sexta posição para o grid de largada, atrás do Team SRC Kawasaki, autor da pole position, da YART Yamaha, da F.C.C. TSR Honda e da Suzuki SERT, que estreava no campeonato a nova geração da GSX-R1000.

Após um início de corrida cauteloso, Checa, Canepa e Di Meglio começaram a avançar para as primeiras posições, com as quebras da SRC Kawasaki e YART Yamaha, ainda nas primeiras horas de competição. A briga, então ficou com o trio da Suzuki SERT, composto pelos pilotos Etienne Masson, Greg Black e Philippe Vincent.

As Honda CBR1000RR apresentaram um desempenho surpreendente…


Apesar de mostrar um desempenho surpreendente na estreia da nova GSX em uma prova de longa duração, a SERT foi outra equipe a ficar para trás nas primeiras horas da manhã, graças à problemas eletrônicos e uma corrente quebrada, enquanto a moto era pilotada pelo britânico Black. Eles concluíram a prova apenas na 7º colocação.

Quem também vinha fazendo bonito era a equipe Honda F.C.C. TSR. O time francês, composto por Josh Hook, Freddy Foray e Alan Techer, que compete com apoio oficial da marca japonesa chegou a ocupar a segunda posição, antes de uma forte queda (com Techer ao guidão) os atrasar. O trio cruzou a linha de chegada em sexto lugar.

…assim como a nova Suzuki GSX-R1000, antes de ter problemas mecânicos.

Com isso, quem assumiu a segunda posição foi o time WEPOL BMW, composto pelo trio Markus Reiterberger, Alessandro Polita e Danny Webb. A equipe alemã, no entanto, encerrou a prova 9 voltas atrás da GMT94, com nada menos do que 28 paradas nos boxes.

Se a luta pela vitória nas últimas horas não aconteceu como se esperava, o mesmo não se pode dizer pela terceira posição. O último lugar do pódio foi extremamente disputado entre a Honda Endurance Racing (composta pelo trio Gregory Leblanc, Sébastien Gimbert e Yonny Hernandez) contra os alemães da Voelpker NRT48 (de Lucie Glöckner, Jan Bühn e Stefan Kerschbaumer).

Briga apertada pela terceira posição animou o final da corrida.

Com Gimbert no comando da CBR1000RR e Glöckner ao guidão da S1000RR, as duas equipes correram juntas nas últimas voltas, cruzando a linha de chegada com apenas um segundo de diferença após 24 horas de prova. Confira os resultados completos aqui.

Graças a mais uma vitória, a Yamaha GMT94 começa a temporada 2017/2018 do Mundial de Endurance na frente com 60 pontos, enquanto que a WEPOL BMW vem em segundo com 43 e Honda Endurance Racing em terceiro, com 42.

No ranking das montadoras, no entanto, é a marca alemã quem lidera com 57 pontos, graças a quarta posição da Voelpker NRT48 e ao quinto lugar da IVRacing BMW CSEU. A próxima etapa acontece apenas em abril de 2018 com as 24 de Le Mans.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.