Superbike Brasil: Granado vence rodada dupla em Curitiba e volta a liderar campeonato


Eric Granado venceu hoje (24) o Grande Prêmio de Curitiba do Superbike Brasil, a sua sexta etapa em 2017. O piloto da Honda Racing venceu as duas corridas da rodada dupla e reassumiu a liderança do campeonato.

eric-granado-gp-de-curitiba-superbike-brasil-2017-race

De volta ao Brasil, Granado continuou o domínio em Curitiba. (Divulgação)

Depois de conquistar a pole position com direito a quebra de recorde no sábado (23) e vencer a primeira corrida do dia, Granado ratificou o domínio na segunda prova, quando abriu vantagem sobre os adversários e administrou a ponta até o final.

O desenrolar das duas corridas foi muito parecido: Após um começo cauteloso, Granado se afastou de Diego Pierluigi e Alex Barros, que passaram a disputar entre si. Na metade da prova, o brasileiro, ex-piloto de MotoGP, chegou a superar o argentino, que permaneceu próximo.


Pierluigi, que venceu a edição 2016 da prova, aproveitou a experiência e conseguiu recuperar a segunda posição nas voltas finais. O resultado colaborou para que Barros perdesse a liderança do campeonato, reassumida por Granado. Diego Faustino, Wesley Gutierrez e Danilo Lewis completaram os seis primeiros.

Na categoria Pro Amador, Sharbel El Hajjar venceu as duas provas, seguido novamente por Diego Viveiros e Jeferson Friche. Completaram o pódio Fabio Nallin e Daniel Toloni, repetindo o que aconteceu na primeira corrida do dia.

Friche também garantiu nova vitória na Extreme, seguido por Nallin e Toloni. Ricardo Seiji Hayashi foi o grande destaque na categoria Pro Master. O segundo colocado foi, novamente, Elson Tenebra. Confira (abaixo) os dez primeiros colocados na classificação geral da categoria Superbike.

1º – #151 Eric Granado
2º – #84 Diego Pierluigi
3º – #4 Alex Barros
4º – #68 Diego Faustino
5º – #15 Wesley Gutierrez
6º – #17 Danilo Lewis
7º – #71 Joelsu Mitiko
8º – #72 Juninho Trudes
9º – #18 Sharbel El Hajjar
10º – #51 José Luiz Cachorrão


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.