Rea vence a primeira corrida na França e garante o seu terceiro titulo

Jonathan Rea confirmou hoje (30) a conquista do seu terceiro titulo do World Superbike, de forma consecutiva, ao vencer a primeira corrida no circuito francês de Magny-Cours de forma convincente. Marco Melandri e Tom Sykes completaram o pódio.

Jonathan Rea vence com grande vantagem a primeira corrida na França e se torna tricampeão da categoria. (Foto: WorldSBK)

Jonathan Rea vence com grande vantagem a primeira corrida na França e se torna tricampeão da categoria. (Foto: WorldSBK)

Sem vacilos, sem erros, grande consistência e grande domínio. Assim pode ser definida a corrida feita por Jonathan Rea hoje (30) em Magny-Cours, a primeira do circuito francês neste final de semana pelo World Superbike. O norte-irlandês da Kawasaki saiu da pole para a vitória de forma dominante, abrindo sempre grande vantagem a cada volta.

O forte ritmo de Rea tinha uma explicação. Se vencesse a corrida de hoje, o líder do campeonato garantiria seu terceiro titulo na categoria, sem se importar com os resultados dos outros pilotos. E a confirmação de mais um ano de domínio acabou sendo coroada com um registro histórico do seu terceiro titulo, talvez nem nos melhores sonhos isso seria possível.

A corrida teve o seu inicio na pista molhada, mas sem chuva. Rea largou bem e manteve a primeira posição, seguido por Tom Sykes e Chaz Davies, que partiu brilhantemente da sétima para a terceira posição. Leandro Mercado, que largava na segunda colocação, acabou caindo para quarto. Ainda na primeira volta, Michael van der Mark caiu sua moto atingiu a de Xavi Forés. Ambos voltaram para a corrida, mas Forés começou a enfrentar problemas com sua Ducati.

Rea já abria grande vantagem na liderança, enquanto Davies e Sykes lutavam pelo segundo lugar. Atrás deles, Mercado já tentava se defender dos ataques de Alex Lowes, Leon Camier e Marco Meandri. O argentino começou a sofrer com a falta de rendimento da sua Aprilia, sendo superado pelos três pilotos em questão de poucas voltas.

Davies, que corria bem durante as primeira voltas, começou a sofrer com uma queda de desempenho drástica da sua Ducati. O piloto galês logo foi superado por Sykes e começou a ser ameaçado por outros vários pilotos que estavam na pista e não teria como resistir a grande pressão que sofreria.

Com Rea muito a frente, a grande disputa no final da corrida deu-se pelo segundo lugar. Sykes, voltando as corrida depois de não participar da etapa de Portugal por se lesionar devido a um forte acidente, começou a ver Melandri se aproximar cada vez mais, até a última volta. O italiano da Ducati ultrapassou o inglês da Kawasaki pouco depois do primeiro setor, mas vacilou e tomou o troco. Melandri não desistiu e a poucas curvas para o final, pegou novamente o segundo lugar.

Rea venceu a corrida com mais de 16 segundos de vantagem sobre Melandri, garantindo assim o seu terceiro titulo no World Superbike. Sykes completou em terceiro, um bom retorno para quem a poucos dias estava avariado de um forte acidente.

Leon Camier conseguiu um ótimo quarto lugar para a MV Agusta, continuando a perseguição do primeiro pódio da equipe na temporada. Alex Lowes ficou em quinto, enquanto van der Mark, seu colega de equipe, conseguiu uma ótima corrida de recuperação e concluiu a prova na nona posição.

Eugeny Laverty, que sofreu duas quedas no treino classificatório, superou as adversidades e ficou com um ótimo sexto lugar, superando Mercado na última volta, relegando o argentino para o sétimo posto. Davide Giugliano fez uma honrosa corrida para a Honda ao concluir na oitava posição, enquanto Davies foi apenas o décimo colocado.

Jonathan Rea entra para a história ao conquistar seu terceiro titulo no World Superbike de forma consecutiva. (Foto: WorldSBK)

Jonathan Rea entra para a história ao conquistar seu terceiro titulo no World Superbike de forma consecutiva. (Foto: WorldSBK)

Clique aqui para conferir o resultado completo. A segunda corrida do World Superbike, que já tem Rea como o grande campeão da temporada definido, tem largada prevista para amanhã (1º) as 08h00 (horário de Brasília).