Mattias Walkner vence polêmico Rali do Marrocos e Quintanilla é o campeão




Matthias Walkner venceu hoje (10) o Rali Do Marrocos, tradicional corrida de resistência que teve uma de suas edições mais complicadas dos últimos anos. O austríaco foi declarado vitorioso depois de muitas mudanças na classificação geral. Enquanto isso, Pablo Quintanilla se sagrou bicampeão do Campeonato Mundial de Rali Cross-Country.

matthias-walkner-ktm-450-rally-oilibya-rally-2017

Walkner, da KTM venceu a batalha do Rali do Marrocos, mas…

Quintanilla, da Husqvarna era o líder ontem (9), mas a organização mudou sua classificação novamente (pela segunda vez em dois dias) aplicando uma penalidade de 46 minutos que tinha sido retirada no dia anterior. Essa reivindicação partiu dos japoneses da Honda, que disputavam a vitória com o argentino Kevin Benavides.

Dessa forma, Walkner chegou à sua primeira vitória no campeonato, pouco mais de 13 minutos a frente de Benavides, o segundo com Ricky Brabec, também da Honda em terceiro. O Rali do Marrocos é considerado a preparação final para o Dakar 2018 e Walkner se mostrou muito satisfeito com a nova KTM 450F que irá utilizar no ano que vem.


A nova moto me deu muita confiança para forçar e levar minha pilotagem a um novo nível. Estou feliz com o meu desempenho aqui no Marrocos e isso é muito importante para o Rally Dakar. Isso me facilita os próximos três meses”, afirmou o austríaco de 30 anos. “A equipe fez um trabalho incrível e todos estamos ansiosos para o Rally Dakar“, garantiu.

Em quarto lugar ficou Antoine Meo, que estava afastado, após um acidente em que fraturou o osso escafoide no Rali Dakar 2016. O francês ficou à frente de Joan Pedrero da Sherco e de Pablo Quintanilla, que após a punição despencou para o sétimo lugar geral, mas suficiente para conquistar o bicampeonato da competição.

pablo-quintanilla-rally-oilibya-rally-2017

…Pablo Quintanilla, da Husqvarna foi quem ficou com o título de 2017.

Estou feliz por esse bicampeonato, foi uma semana muito dura“, disse o chileno. “Após o incidente no rio no segundo estágio, a corrida tornou-se muito difícil, como a decisão dos comissários em me devolver o tempo perdido e depois tomá-lo novamente“, enfatizou. “Mas nunca perdi o foco de vencer o campeonato, corri do mesmo modo do começo até o fim e estou mais do que feliz pela minha performance”.

Com o resultado Quintanilla se torna o primeiro piloto latino-americano a conquistar dois Campeonatos Mundiais consecutivos, além de confirmar seu status como favorito no próximo Rali Dakar. A edição 2018 acontece entre 6 e 20 de janeiro.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.