Honda celebra a produção mundial de 100 milhões de Super Cubs


A Honda anunciou hoje (19) o marco de 100 milhões de Super Cubs produzidas globalmente. O registro histórico foi comemorado com evento comemorativo no Japão.

1958 Honda C100 Super Cub.

Honda C100 Super Cub 1958. (Divulgação)

A cerimônia aconteceu na fábrica de Kumamoto, com a presença de representantes dos municípios locais, fornecedores, assim como colaboradores e executivos da empresa, entre eles o presidente e CEO da marca, Takahiro Hachigo.

A Honda Super Cub atende as expectativas de nossos consumidores e traduz a paixão da Honda em servir as pessoas em todo o mundo com a alegria de expandir o potencial de suas vidas“, disse Takahiro Hachigo, Presidente e Diretor Representante, CEO da Honda.


A produção em massa da Super Cub C100, teve início em Agosto de 1958, na planta de Yamato (hoje fábrica de Wako em Saitama). Hoje, a Honda produz motocicletas Super Cubs em dezesseis unidades, em quinze países ao redor do globo.

Como resultado, a Super Cub tem sido admirada por consumidores ao redor do globo e foi capaz de atingir a marca de 100 milhões de unidades produzidas”, continuou Hachigo. “Por isso, a Honda continuará evoluindo de acordo com as mudanças dos tempos e se esforçando para oferecer produtos que vão além das expectativas de nossos consumidores“.

A primeira geração da Super Cub C100 ainda utilizava motor de 2 tempos. Contudo, logo a motoneta foi equipada com um inovador 4 tempos de 50cc, o que trouxe mais economia e durabilidade. Seu design único, com quadro de estrutura rebaixados trouxe mais conforto e facilidade ao subir e descer da motoneta e contribuíram para seu sucesso.

Em 2007, a Honda deu início à instalação de seu programa de injeção eletrônica na Super Cub C100, o que melhorou a desempenho ambiental do modelo. Mesmo passando por diversos avanços tecnológicos, o conceito básico e seu estilo geral se mantiveram inalterados, até os modelos atuais.

Marcos importantes da Honda Super Cub

1958

Início das vendas do Super Cub C100 (motor a 4 cilindros, OHV de cilindro único refrigerado a ar, 49cc, potência de 4,5 cavalos).

1959

Início das exportações para os EUA.

1960

Início da produção na fábrica de Suzuka.

1961

A produção global cumulativa da série Super Cub alcançou o marco de 1 milhão de unidades. Além disso, a produção baseada em conjuntos de componentes começou em Taiwan, sendo a primeira produção fora do Japão.

1964

As vendas do Super Cub C65 (o primeiro motor OHC) começaram.

1966

Início das vendas do Super Cub C50 (motor OHC).

1974

A produção global cumulativa da série Super Cub atingiu o marco de 10 milhões de unidades.

1983

Início das vendas de Super Cub 50 Super Custom. Alcançado o consumo de combustível de 180 km/ itro (valor de teste de velocidade constante de 30 km/h).

1988

Vendas de Press Cub começaram.

1991

Produção transferida para a fábrica de Kumamoto.

1992

A produção global cumulativa da série Super Cub atingiu um marco de 20 milhões de unidades.

1997

As vendas de Little Cub começaram.

2005

A produção global cumulativa da série Super Cub atingiu um marco de 50 milhões de unidades.

2007

O sistema de injeção de combustível controlado eletronicamente, o PGM-FI da Honda, foi instalado no Super Cub 50, Press Cub 50 e Little Cub.

2008

A produção global cumulativa da série Super Cub atingiu o marco de 60 milhões de unidades. 50º aniversário das vendas da Super Cub.

2009

Início das vendas do Super Cub 110 e Super Cub 110 Pro.

2012

Super Cub 110 e Super Cub 50 sofreram uma mudança de modelo completa.

2013

As vendas de Cross Cub começaram.

2014

O Super Cub tornou-se o primeiro veículo tridimensional a obter um registro de marca no Japão. A produção global cumulativa de motocicletas da Honda atingiu o marco de 300 milhões de unidades.

2017

Mudança de modelo do Super Cub 50, Super Cub 110, Super Cub 50 Pro, Super Cub 110 Pro.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.