Rea encerra temporada no Catar com vitória e quebra de novo recorde

Jonathan Rea venceu hoje (4) a segunda e última corrida do World Superbike no circuito de Losail, no Catar, que também significou a última prova de temporada. Com a vitória, Rea quebrou o recorde de pontos em uma temporada com 556 pontos contra de os 552 de Colin Edwards em 2002. Chaz Davies que ficou com o segundo lugar no campeonato e Alex Lowes completaram o pódio.

Jonathan Rea encerra temporada com mais uma vitória e mais novos números impressionantes no World Superbike. (Foto: WorldSBK)

Jonathan Rea encerra temporada com mais uma vitória e mais novos números impressionantes no World Superbike. (Foto: WorldSBK)

A última etapa da temporada 2017 do World Superbike realizada no circuito de Losail, no Catar, teve domínio total do tricampeão Jonathan Rea. O norte-irlandês da Kawasaki não deixou brechas para os adversários e na segunda corrida, ele aproveitou de uma salvada de queda impressionante de Chaz Davies para conseguir sua impressionante 16º vitória na temporada.

A corrida começou com as duas Aprilias de Eugene Laverty e Lorenzo Savadore largando nas duas primeiras posições, mas quando as luzes vermelhas se apagaram, um impressionante Davies apareceu em primeiro após sair da oitava posição. Jonathan Rea também fez uma boa largada, saindo de nono para quarto. Pouco depois, Jordi Torres sofreu uma fortíssima queda, saindo do local do acidente com muitas dores.

Davies tentava abrir uma boa vantagem na liderança, enquanto Rea já figurava em segundo depois de superar Tom Sykes e Eugeny Laverty pouco depois de ser completada a primeira volta. Sykes chegou a superar Laverty e pular para terceiro, mas acabou caindo na curva 14. Foi a única queda do companheiro de equipe de Rea na temporada, mas que significaria o fim de suas chances de lutar pelo segundo lugar no campeonato.

Davies liderava a corrida até a quinta volta, quando foi obrigado a se salvar espetacularmente de uma queda. Rea se aproveitou da situação e assumiu a liderança da corrida, ficando com ela até o final. Davies bem que tentou se aproximar do seu adversário, mas não conseguiu obter êxito.

A briga pelo terceiro lugar entre a dupla da Yamaha foi um dos destaques da prova. Alex Lowes e Michael van der Mark lutaram pelo terceiro lugar até a metade da corrida, muito próximos de Davies. Lowes superou seu colega de equipe holandês, mas a R1 já não conseguiria acompanhar o ritmo da Ducati a sua frente.

Mais dois duelos interessantes acenderam a corrida, estes válidos por posições no meio do pelotão. Marco Melandri e Xavi Forés lutavam bravamente pelo quinto lugar, enquanto Sylvain Guintoli e Eugeny Laverty disputavam ferozmente o sétimo posto da corrida. Os duelos foram intensos até as últimas voltas, quando Forés conseguiu abrir uma boa vantagem sobre Melandri, mas sem definição entre Guintoli e Laverty até a última volta.

No final, Rea conquistou a sua 16ª vitória na temporada e a 54ª de sua carreira na categoria, quebrando também o recorde de pontos em uma só temporada. Em 2002, Colin Edwards somou 552 e era o recordista até Rea somar 556 pontos hoje.

Davies concluiu a prova em segundo e ficou com o segundo lugar no campeonato. Alex Lowes ficou com o terceiro lugar, logo a frente de van der Mark, mostrando a grande evolução por parte da Yamaha ao longo da temporada.

Clique aqui para conferir o resultado completo. O World Superbike retorna as suas atividades em fevereiro de 2018 no belo circuito de Phillip Island, na Austrália.

Sobre Daniel Machado

Estudante de administração, aprendeu a gostar das corridas em duas rodas graças a Alex Barros. Curte também um bom Rok'n Roll e viajar pelo Brasil. Escreve sobre corridas desde 2009 e acompanha diversas categorias sobre as duas rodas.