Suzuki GSX-S1000F “se veste” de Katana


Um das atrações mais interessantes no Salão de Milão de 2017 foi essa Suzuki GSX-S1000F, que recebeu uma roupagem inteiramente nova inspirada na clássica GSX-R 1100 Katana. O modelo vem recebendo tantos elogios, que alguns já pedem a sua produção em série.

suzuki-katana-3-0-concept-2017-6A ideia foi promovida pela divisão italiana da revista Motociclismo, que pediu ao designer italiano Rodolfo Frascoli (criador da Moto Guzzi Griso, Triumph Speed Triple e Tiger 1050) para que fizesse uma espécie de releitura de uma Katana nos dias atuais. O modelo lançado em 1982 se tornou um ícone da marca japonesa, restabelecendo padrões estéticos e esportivos.

A base foi a moderna e versátil GSX S-1000F e a adaptação mecânica ficou a cargo da empresa Engines Engineering, sediada em Bolonha. O quadro e o motor de quatro cilindros em linha permaneceram inalterados, mas o subchassi é totalmente novo, para conferir uma posição de pilotagem mais agressiva e elevada.

Mas o grande destaque é mesmo o design. Coube à Engines Engineering interpretar os desenhos e ilustrações de Frascoli, criando um molde em argila, que foi lapidado e refinado até chegar às formas finais. O resultado é um tanque de combustível integrado ao conjunto óptico dianteiro, como na Katana original.

Batizada de “Suzuki Katana 3.0 Concept”, a customização foi uma das atrações mais surpreendentes  no estande da marca em Milão, onde poucas novidades foram apresentadas. Deveriam os japoneses realmente considerar uma versão de produção permanente?


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.