Honda registra naked com motor V-Twin sobrealimentada


Enquanto todos aproveitam as festas de fim de ano, o trabalho continua no coração das grandes montadoras. Na Honda isso não é exceção. Veja esses registros de patente que nos revelam uma misteriosa naked com motor V-Twin e um supercharger.

honda-hypernaked-supercharger-jan2018-1Ainda não temos muitas informações técnicas, esses desenhos apareceram na imprensa europeia. Em geral trata-se de uma motocicleta que nos remete diretamente à CB1000R recentemente apresentada no Salão de Milão, com motor completamente exposto e guidão alto.

Mas se olharmos mais de perto vemos mudanças profundas e interessantes. A começar pelo tanque de combustível, que possui uma incrível semelhança com as Ducati Monster. O motor também é um dois cilindros em V como nas máquinas italianas e foge um pouco a tradição da Honda em motorizar essas motos com um quatro em linha.

O tanque é inclinado para trás, provavelmente para abrir espaço para a parte mais interessante desse projeto. Um sistema de sobrealimentação que pode ser visto nos desenhos acima do motor. Semelhante ao método da Kawasaki, a solução da Honda também utilizada polias provavelmente para ser acionado acima de certa rotação.

Não é a primeira vez que reportamos o interesse da Honda na tecnologia supercharger. Em meados de 2016, outro projeto foi descoberto, também contendo um motor sobrealimentado em uma naked urbana. Naquela ocasião, no entanto, tratava-se de um quatro cilindros em linha e o sistema estava na lateral, não acima do propulsor.

No mais, a motocicleta parece bastante convencional, com chassi de treliça tubular e braço oscilante de dois lados. A rabeta é bem alta e o assento possui uma cinta longitudinal, curioso detalhe não esquecido no desenho, ao contrário, por exemplo, do suporte para a placa.

As semelhanças com a Ducati Monster e Diavel são evidentes, o que sugere que a Honda tem interesse em entrar no segmento das hypernaked super musculosas e com torque farto para agradar em cheio ao motociclista urbano. Como sempre, o tempo dirá o que nos aguarda.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.