Kawasaki do Brasil anuncia Recall na linha Ninja ZX-10


Conforme já esperávamos, a Kawasaki do Brasil também irá fazer um Recall para as unidades brasileiras da Ninja ZX-10R e ZX-10RR. O chamamento já havia começado nos Estados Unidos, mês passado.

Kawasaki ZX-10R (2016) 33O problema é exatamente o mesmo, rigidez insuficiente nas engrenagens das marchas 2, 3 e 4 do câmbio, que podem ficar danificadas em uso severo. Consequentemente a engrenagem pode quebrar dependendo da forma como é feita a troca de marchas, levando a uma situação de risco por queda ou colisão.

A Kawasaki do Brasil vai mais longe e sugere que o uso da motocicleta deve ser suspenso imediatamente até que a verificação seja realizada. Os modelos afetados incluem a Ninja ZX-10R, ZX-10R ABS e ZX-10RR, fabricadas entre janeiro de 2016 e fevereiro de 2018, com número de chassi abaixo:

Modelo

Ano/Modelo

Chassi

Ninja ZX-10R

2017

96PZXDR1*HFS00001 até 96PZXDR1*HFS00020

Ninja ZX-10R ABS

2017

96PZXDS1*HFS00001 até 96PZXDS1*HFS00400

Ninja ZX-10RR

2018

96PZXDZ1*JFS00001 até 96PZXDZ1*JFS00020

Os componentes necessários para o reparo já estão disponíveis nas concessionárias. O tempo estimado para a realização do serviço é de 4 horas. A atividade, como sempre, não envolve nenhum custo. Para mais informações, ligue 0800-773-1210 – das 8h às 19h.

Curiosamente, trata-se de um problema semelhante ao vivenciado pela Yamaha com diversas unidades da YZF-R1 no final de 2015. Na ocasião, o recall levava várias horas por unidade, já que o motor precisava ser inteiramente desmontado. Na Kawasaki, o processo deve ser mais fácil, já que o acesso à caixa de câmbio utiliza o mais prático sistema K7.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.