MotoGP: Aprilia apresenta equipe para 2018


A Aprilia-Gresini apresentou hoje (8) em sua sede, em Noale na Itália, a equipe para a temporada 2018 da MotoGP. Com Aleix Espargaró e Scott Redding, a marca pretende se aproximar das líderes da Categoria Rainha.

aprilia-racing-team-2018-presentarion

Espargaró: confiança em mais um bom ano. (Aprilia/Divulgação)

No ano passado, a Aprilia foi uma das surpresas, apresentando bom desempenho em algumas etapas e possibilitando à Espargaró – em sua primeira temporada pela marca – marcar 62 pontos, apesar da lesão que sofreu no final do ano. O espanhol espera fazer ainda melhor em 2018.

“No ano passado, fizemos algumas corridas muito boas e apenas alguns erros comprometeram nossa posição final na classificação. Eu tenho uma grande confiança para 2018. A equipe trabalhou bem e a nova RS-GP está crescendo na direção certa. Todos os nossos rivais melhoraram muito. A MotoGP é um campeonato de nível superior, mas estou certo de que estaremos perto do topo. Eu sou uma pessoa positiva. Eu preparei-me bem para esta nova temporada e acredito na direção que estamos indo.” (Aleix Espargaró)

aprilia-racing-team-2018-presentarion-2

Redding: confiante com o apoio de uma equipe de fábrica. (Aprilia/Divulgação)

Os resultados da Aprilia em 2017 poderiam ter sido ainda melhores se não fosse pela inconstância de Sam Lowes, que marcou apenas cinco pontos ao longo do ano. Para corrigir esse problema, a equipe contratou conterrâneo – porém mais experiente – Scott Redding.

“Este é o meu primeiro ano como piloto da fábrica e devo dizer que tive sensações muito positivas até agora. Ter uma equipe por atrás de mim que me apóia e trabalha comigo para melhorar a moto me dá grande motivação. Conseguimos melhorar consistentemente em todos os testes experimentando algumas soluções que eram uma aposta, mas sempre com objetivos específicos. É difícil para mim fazer previsões agora. Ainda estou me adaptando à RS-GP e, ao mesmo tempo, realizamos o desenvolvimento do modelo 2018. Em qualquer caso, estou positivo. Graças aos últimos testes no Catar, demos um novo passo em frente, reduzindo a lacuna para os líderes, por isso estou confiante quando chegarmos à primeira etapa.” (Scott Redding)

O modelo RS-GP, que possui motor de quatro cilindros em V não passou por nenhuma revolução, mas por aperfeiçoamentos gerais. “O quadro é radicalmente novo, assim como o airbox, o radiador e a aerodinâmica“, disse o chefe da equipe Romano Albesiano. “O primeiro bom sinal foi a popularidade da moto entre os pilotos. Ambos disseram que ela ficou muito melhor“, garante.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.