Honda arquiva projeto de motor revolucionário


A Honda arquivou desenhos de um projeto de motocicleta esportiva que, além de conter um motor em inédita posição, também possui um sistema de aceleração do tipo “rotativo” completamente revolucionário.

projeto-de-sistema-de-aceleracao-honda-2018-1

Motor tem o cilindro inclinado para trás, com a entrada de ar e corpo de injeção à frente. (MoreBikes)

Os desenhos, descobertos pelos britânicos do MoreBikes, revelam um modelo supostamente feito para receber uma carenagem integral, mas com o centro do motor em uma posição incomum, com os cilindros inclinados para trás e não para a frente, como estamos acostumados.

projeto-de-sistema-de-aceleracao-honda-2018-3

Detalhe do sistema. (Morebikes)

Além disso, a entrada de ar para a combustão do cilindro está posicionada à frente e contém uma espécie de válvula móvel, que funciona independente do acelerador. O sistema de injeção de combustível é claramente visível no desenho abaixo, na parte circular (43).

De acordo com a análise dos britânicos, esse dispositivo de regulagem rotativa promete melhorar o desempenho do motor ao permitir apenas a entrada correta de ar na câmara de combustão, conforme necessário e deixando a queima do combustível mais uniforme.

O sistema de exaustão também é interessante. Os desenhos revelam que o motor está em uma posição tal que o cano do escapamento sai pela parte de trás do cilindro, em um esquema semelhante ao visto na BMW G310R. É como um V2, sem um dos cilindros.

Embora a moto do desenho seja integralmente carenada, podemos ter certeza de que não se trata da especulada Honda RVF1000 ou uma nova geração da CBR600RR. O motor em questão parece ser de menor deslocamento com, no máximo, dois cilindros.

Como sempre, é um mistério completo quando esses projetos verão a luz do dia. Muitas vezes, as montadoras apenas registram suas ideias para proteger o copyright, sem que isso signifique um lançamento programado.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.