Recall: bateria da Zero Motorcycles pode pegar fogo


As motos da Zero Motorcycles podem não fazer emissões de poluentes, mas não estão imunes à um Recall. Uma investigação apontou que as baterias de alguns modelos da marca californiana podem pegar fogo.

zero-s-2012O problema refere-se à arquitetura das baterias que equipam os modelos Zero S, Zero DS e Zero DSP (de polícia) fabricados em 2012. De acordo com a Agência Norte-Americana de Segurança no Trânsito (NHTSA), as células podem falhar criando um “evento térmico descontrolado”, mais conhecido como incêndio.

A investigação aponta que as bolsas celulares podem se mover dentro de seus recipientes, fazendo com que suas superfícies acabem se desgastando contra o suporte, criando assim um curto-circuito. Além disso, as baterias não são completamente vedadas, o que permite que ar entre na bateria e, possivelmente venha a corroer as células com umidade.

Em seus documentos de Recall, a Zero Motorcycles cita três instâncias (uma em Hong Kong e duas nos Estados Unidos) onde as baterias fabricadas em 2012 falharam e levaram a um “evento térmico”.

Esse, no entanto, não será um Recall convencional. Devido à maneira como as baterias são projetadas, não é possível uma simples substituição. A Zero Motorcycles recomprará todas os modelos que vendeu e oferecerá aos proprietários afetados a substituição por uma motocicleta zero quilômetro.

Além disso a Zero aconselha os clientes, com efeito imediato, que não viajem e não carreguem os modelos, a partir de agora. Os revendedores providenciarão o transporte das motos até as concessionárias, sem nenhum custo para o cliente. Eles pretendem notificar os proprietários das 218 unidades envolvidas até o final do mês.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.