Suzuki pode apresentar modelo “Turbo-Supercharger” no final do ano


A Suzuki pode apresentar um novo modelo ao final do ano e a expectativa é de que a motocicleta traga novamente o lendário nome Katana juntamente com um revolucionário motor “Turbo-Supercharger”.

Detalhe do turbocompressor da Suzuki Recursion.

Detalhe do turbocompressor da Suzuki Recursion 2013.

Experimentos da Suzuki com motores sobrealimentados não são mais uma novidade. Ainda em 2013, a marca de Hamamatsu apresentou no Salão de Tóquio o conceito “Recursion”, que possuía um interessante visual neoclássico com um motor bicilíndrico de 588 cm³ impulsionado por um motor chamado de “Turbocompressor XE7”.

suzuki-katana-new-logo

Recentemente a Suzuki registrou esse logotipo nos escritórios de patente.

Desde então, muito se falou sobre uma eventual chegada desse projeto às ruas, com a Suzuki deixando pistas de que seu desenvolvimento nunca parou. No ano passado, surgiram desenhos registrados em escritórios de patente que evidenciavam a evolução no seu desenho original.

A informação mais recente é de que a Suzuki redesenhou e patenteou a última versão com a tecnologia Supercharger. Mas, de acordo com a imprensa britânica e indonésia, esta tecnologia é diferente da que estamos habituados (como nas Kawasaki H2/H2R, por exemplo), sendo uma combinação que vem sendo chamada de “Turbo-Supercharger”.

Essas patentes teriam sido registradas em 15 de dezembro de 2017 e aprovadas no último 19 de abril. Outro registro interessantíssimo do mesmo período foi um novo logotipo para o nome “Katana” que, é claro, remete à icônica superbike sucesso de vendas nos anos 1980, além da nova sigla GSX-700T.

Com as motocicletas neoclássicas em alta na Europa (como comprova o surgimento da Kawasaki Z900RS e Honda CB1000R), esse parece ser o momento perfeito para a Suzuki lançar algo realmente novo – o que não acontece há algum tempo – aproveitando para lucrar com sua própria história. O tempo dirá.