Dovizioso otimista para GP da França, mas ainda lamenta incidente na Espanha: “ficar sem pontos é um grande revés”


Andrea Dovizioso ainda não consegue disfarçar a decepção por ter abandonado o Grande Prêmio da Espanha em um acidente com seu colega de equipe Jorge Lorenzo. O italiano, no entanto, espera que a Ducati volte a ser competitiva no Grande Prêmio da França, nesse final de semana.

andrea-dovizioso-gp-da-espanha-2018-02Se olharmos para a nossa competitividade em Jerez, estou convencido de que também podemos ir bem em Le Mans e, desse ponto de vista, estou bastante confiante“, disse Dovizioso no comunicado de imprensa da Ducati.

Graças ao acidente (que ainda vitimou Dani Pedrosa, da Honda), Dovizioso despencou da liderança para a quinta posição na classificação do campeonato. A diferença para Marc Márquez agora é de 24 pontos, ou quase uma vitória inteira.

Hoje na MotoGP não dá para perder muitos pontos, então o zero da Espanha é um grande revés“, admite. “Mas depois do desempenho que demonstramos na corrida numa pista que no papel não era favorável para nós, acredito que assustamos nossos rivais um pouco mais“, aponta.

No Grande Prêmio da França do ano passado, a Ducati não conseguiu ameaçar a supremacia da Yamaha, que vinha fazendo a dobradinha até a última volta, quando Valentino Rossi sofreu um acidente e teve de abandonar. Com isso, Dovizioso herdou a quarta posição, enquanto que Lorenzo finalizou a prova em sexto.