10 dicas de como economizar combustível


Em tempos de crise como hoje, uma motocicleta econômica é preciosa, mais do que aquela possante que tanta emoção nos dá. Mas, se você não está disposto a se desfazer dela tão rápido, aqui estão dez dicas de como suavizar seu consumo de combustível.

10 – Mantenha o seu bebê em dia

troca-de-oleoMotocicletas (e qualquer veículo à combustão) funcionam melhor quando estão com a sua manutenção em dia, ou seja, óleo do motor novo, filtro de ar limpo, velas de ignição frescas e válvulas corretamente ajustadas.

Qualquer descaso nesses principais itens fará o motor de sua moto rodar de forma mais “pesada”, necessitando de mais força para compensar. Assim como ficamos mais cansados quando realizamos um esforço extra, elas irão gastar mais combustível no processo.

09 – Não deixe a pressão dos pneus cair

pneus-pressaoA mesma lógica pode ser aplicada aos pneus. Lembram-se do trabalhão que dá ao rodar com uma bicicleta de pneus murchos? O motor acha a mesma coisa e irá responder como nós: ficando com sede na metade do tempo.

Além de economizar combustível, pneus corretamente calibrados gastam mais lentamente, além de melhorar a ciclística da motocicleta. A pressão correta pode ser conferida em um adesivo que normalmente é colado na balança ou no próprio manual do proprietário.

08 – Não espere tanto tempo até o motor esquentar

yamaha-brasil-acao-mt-07A menos que você possua um modelo raro das décadas passadas, já podemos considerar desnecessário esperar um longo período até que o motor se aqueça. Apenas dois ou três minutos, já é suficiente para que o óleo atinja todas as partes necessárias.

A maioria das motocicletas injetadas atuais  já está pronta para rodar instantaneamente. É muito mais útil começar a rodar com moderação, o que faz com que a temperatura operacional seja atingida mais rapidamente, aumentando a eficiência da combustão e melhorando a economia de combustível.


07 – Suavize seu modo de pilotagem

honda-cg160-titan-2018Acelerações alucinantes e freadas bruscas podem fazer você se sentir um verdadeiro Valentino Rossi, mas em termos práticos só significa uma coisa: consumo excessivo de combustível, de pneus e freios. Afinal, o que poderia ser diferente quando você abre mais as borboletas do acelerador e morde os discos com maior força?

Concentre-se em tentar uma pilotagem com acelerações e freadas mais suaves, principalmente no trânsito urbano, o mais severo de todos para a motocicleta. Essa forma de pilotagem não apenas permite uma maior autonomia, como também proporciona passeios mais tranquilos e potencialmente mais agradáveis.

06 – Mantenha velocidades de cruzeiro mais baixas

kawasaki-ninja-h2-sx-2018-9A mesma lógica pode ser aplicada aqui, só que nas estradas. Você já sabe que sua 1000cc pode atingir 299 km/h, mas quando o combustível custa quase R$ 5 reais o litro quem além de você realmente se importa com isso?

É reconhecido por todos os especialistas em segurança rodoviária que a velocidade média de 80 km/h é, de longe a mais econômica de todas. A 120 km/h a resistência ao vendo é o dobro maior. Ok, se isso for enfadonho demais para você, tente 100 km/h. Faça o teste e se surpreenda.

05 – Use e abuse do piloto automático

honda-gl1800-gold-wing-imagens-pre-lancamento-set2017-1bMuito provavelmente ao ler até aqui o proprietário de uma motocicleta com cruise control, ou popularmente chamado de “piloto automático” deve ter pensado nesse útil opcional. Sim, se o possuir use e abuse!

Em viagens longas pode ser difícil manter velocidades constantes após algumas horas segurando o acelerador na mesma posição. O cruise control fará um trabalho melhor do que qualquer ser humano ao analisar a quantidade exata de combustível gasto para movimentar-se na estrada.


04 – Mantenha sua motocicleta o mais leve possível

kawasaki-ninja-400-2018-7Aqui, novamente a lógica da vida: por que uma pessoa magra sobe uma ladeira com maior facilidade do que uma gorda? Porque ela faz menos esforço físico. O mesmo acontece com o motor da motocicleta quando esta carregando excesso de peso.

A menos que você esteja em viagem, tente eliminar todos os badulaques pendurados na moto. Se utilizar alforjes ou malas, retire-os. Acessórios podem acrescentar até 10 quilos de peso extras (e nesse momento desnecessários) a uma motocicleta.

03 – Pense aerodinamicamente

suzuki-gixxer-sf-wind-tunnelA aerodinâmica pode ser definida como o estudo do movimento do ar e a forma como ele se comporta através de um veículo. Isso está muito associado à velocidade e as competições, mas um modelo aerodinamicamente correto também ajuda na economia de combustível.

Mesmo que sua moto não tenha sido projetada para cortar o vento, tente pilotar de uma forma mais “compacta” atrás do guidão (se tiver para-brisa melhor ainda). Proporcionar com que o ar cruze com você com maior facilidade te leva mais longe gastando menos.

02 – Mantenha-se no asfalto

bmw-f850gs-2018-14Nós amamos o off-road e a sensação única que é percorrer estradas de terra sentido o cheiro da natureza. Mas se o objetivo é economizar combustível, não pense duas vezes. Mantenha-se nas rodovias asfaltadas sempre que possível.

Pavimentos que se movem, como terra, areia, cascalho e brita só farão você acelerar mais enquanto que a locomoção real ficará abaixo do esperado, de um ponto de vista eficiente. Lembre-se também que uma motocicleta com pneus off-road não tem a mesma economia de combustível.

01 – Utilize combustível de boa qualidade

honda-cg-tanqueEssa é uma questão difícil, já que não existe no Brasil um combustível verdadeiramente de qualidade. Muitos de nós rodamos em motocicletas concebidas fora do país, onde os engenheiros não previam que nossa gasolina teria 27% de etanol, por exemplo.

Ainda assim é preciso tomar algumas precauções e não simplesmente abastecer no posto mais barato. Você sabe exatamente o que estão colocando no tanque de sua moto? Dê preferência a postos com bandeira conhecida e onde você conheça a precedência da refinaria.

Além disso um bom combustível fará suas velas de ignição queimarem de forma correta, ou seja, sem impurezas. Essa boa queima se refletirá no comportamento do motor, que funcionará de modo mais suave, com menos esforço e, consequentemente, gastando menos. Vamos rodar!


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.