Rossi x Stoner em Laguna Seca 2008: épico duelo completa 10 anos


Parece que foi ontem, mas no último dia 20 de julho completaram-se dez anos do incrível duelo entre Valentino Rossi e Casey Stoner em Laguna Seca. O italiano protagonizou uma histórica ultrapassagem sobre o australiano em plena curva do “Saca Rolhas”.

valentino-rossi-e-casey-stoner-gp-dos-estados-unidos-2008

A batalha entre os dois rivais é considerada um dos melhores momentos da MotoGP moderna.

O Grande Prêmio norte-americano era a 11º etapa daquele ano e marcava a volta da MotoGP após as férias de verão. Stoner era o campeão reinante com a Ducati e após um início claudicante de campeonato parecia estar voltando a boa forma da última temporada, com vitórias consecutivas na Inglaterra, Holanda e Alemanha.

Rossi era o líder do campeonato, mas com Stoner, Dani Pedrosa e Jorge Lorenzo na pista, pela primeira vez parecia que o italiano tinha rivais à sua altura. Tanto é que apenas três vitórias haviam sido conquistadas, na China, França e Itália. Uma resposta precisava ser dada em Laguna Seca.

O Grande Prêmio dos Estados Unidos era uma ocasião especial, afinal corria-se na terra de gênios como Kenny Roberts, Kevin Schwantz, Wayne Rainey, Randy Mamola e Eddie Lawson. O clima grandioso parecia ficar ainda latente em Laguna Seca, circuito localizado próximo à Monterrey, na Califórnia, estado de muitos dos citados, que sempre faziam questão de estarem presentes.

Stoner e a Ducati eram o melhor conjunto em Laguna Seca. (Getty Images)


Como sempre aconteciam naqueles tempos, as categorias menores, 125cc (hoje Moto3) e 250cc (Moto2) não participavam para abrir espaço ao campeonato local, AMA Superbike. Essa foi uma das razões da saída de Laguna Seca do calendário, para a chegada definitiva de Austin, no Texas, a partir de 2013.

Confirmando a boa fase, Stoner liderou todas as sessões de treinamento com sua Ducati Desmosedici GP8, de longe a mais potente e tecnológica do grid, com modernos sistemas de controle de tração e controle eletrônico nas curvas, que definiriam as diretrizes dos próximos anos. Rossi classificou-se em segundo, mas a quase meio segundo do australiano.

Depois de ser a melhor moto do campeonato em 2004 e 2005, a Yamaha viu a concorrência apertar especialmente com a Ducati, que agora finalmente conseguia equilibrar potência e maneabilidade com ajuda da eletrônica e das mãos hábeis de Stoner.

valentino-rossi-gp-dos-estados-unidos-2008

Com sua supremacia ameaçada, Rossi precisava dar uma resposta em Laguna Seca. (Jason Arnold Photography)


O atraso tecnológico da Yamaha, que ficara evidente em 2007 começava a ser revertido em 2008, graças à chegada de técnicos especializados como Andrea Zugna, trazido diretamente da Universidade Politécnica de Milão. Rossi também mudou seu estilo de pilotagem e passou a acreditar mais na eletrônica, o que não fazia até então.

A Yamaha YZR-M1 estava claramente melhor, mas em Laguna Seca não parecia ser páreo para Stoner e sua Ducati. Rossi teria que fazer a diferença no braço, como muitas vezes já havia feito durante sua carreira. O australiano largou na frente, mas o italiano permaneceu no seu encalço. Os dois estavam em uma classe tão a parte que os demais não passavam de meros figurantes.

Rossi e Stoner começaram uma série de ultrapassagens deixando a vitória completamente indefinida. O australiano parecia ter a corrida sob controle, mas o italiano compensava a falta de velocidade nas retas com uma inegável coragem nas curvas, jogando-se sem pudores na frente do campeão mundial.

Marc Marquez passes Valentino Rossi in the corkscrew using the sandy off track section as Valentino did to Stoner in an infamous move for victory in 2008.

A vingança de Stoner veio pelas mãos de Marc Márquez em 2013. (Kevin Warren/Digital Press)


Claramente superior, Stoner ultrapassou Rossi por fora na sequência de curvas rápidas que leva ao famoso “Corkscrew” (Saca-Rolhas), um apertado ganho à direita no topo da colina. O italiano, contudo deixou para frear no último segundo, saindo da pista no ponto mais crítico do circuito, mas ainda à frente do rival em uma batalha que já havia ganhado contornos pessoais.

Stoner sentiu o golpe e também passou a pilotar no limite, tentando ultrapassar Rossi de todo jeito possível. Foi quando perdeu a calma e acabou escorregando na sujeira da curva 11. Embora tenha conseguido voltar, a corrida já tinha um vencedor. Rossi cruzou a linha de chegada mais de 26 segundos à frente do terceiro colocado Chris Vermeulen, da Suzuki.

Em retrospecto, notamos que a batalha de Laguna Seca 2008 foi a primeira demonstração da enorme determinação de Rossi em manter-se entre os melhores pilotos de sua época e também das seguintes. O italiano venceria o seu oitavo título no final daquele ano e outro em 2009, com Stoner, Pedrosa e Lorenzo na pista.

Uma década mais tarde, enquanto apenas Lorenzo permanece na ativa (Pedrosa já anunciou sua aposentadoria), Rossi continua competitivo, subindo ao pódio sempre que possível e só não está vencendo mais porque surgiu outro piloto inspirado por suas proezas. Não é a toa que Marc Márquez praticamente emulou a ultrapassagem no Saca Rolhas cinco anos mais tarde.

Para quem tiver curiosidade, outra ultrapassagem sensacional aconteceu no Saca-Rolhas 12 anos antes do duelo Rossi-Stoner. Foi durante a última etapa da Fórmula Indy em 1996, quando o italiano Alessandro Zanardi realizou uma manobra quase suicida sobre o então líder da prova Brian Herta… na última volta da corrida! Veja esse momento clássico do automobilismo aqui.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.