Harley-Davidson choca ao apresentar Pan America 1250, sua primeira big trail


A Harley-Davidson chocou o mundo hoje (30) ao apresentar a Pan America 1250, a primeira big trail de sua história. Além dela, a marca de Milwaukee anunciou a chegada de outros 21 modelos até 2020 e planos ainda mais ousados.

harley-davidson-pan-america-1250-2020-1

A Pan America 1250 é o primeiro de uma série de modelos que prometem mudar a linha e a cara da Harley-Davidson nas próximas décadas. (Divulgação)

O nome Pan America já era de nosso conhecimento, pois o seu registro já havia sido flagrado no Escritório de Propriedade Intelectual da União Europeia, em dezembro do ano passado. Na ocasião também foram assegurados os nomes “Bronx” e “48X”.

A Pan America 1250 é o primeiro modelo de uma nova e completamente revolucionária linha de motocicletas médias da Harley-Davidson, que pretende entrar em diversos novos segmentos de mercados, até então desconhecidos para os norte-americanos.

O coração dessa mudança é um completamente novo motor V-Twin de refrigeração líquida modular, ou seja, com peças intercambiáveis e facilmente modificáveis para outros modelos, podendo crescer ou diminuir de cilindrada conforme a necessidade.

Na mesma toada, foram projetados um novo quadro e um novo braço oscilante com as mesmas características polivalentes, que devem ser aproveitados em uma série de novos modelos. As pinças de freio são da italiana Brembo e os garfos fornecidos pela japonesa Showa.

Sobre a Pan America, a Harley-Davidson ainda não anunciou nenhuma especificação técnica, exceto algumas fotos onde podemos ver uma motocicleta com todas as características de uma big trail, ou seja, suspensão alta, barras de proteção, pedaleiras serrilhadas, rodas raiadas, pneus off-road e um grande para-brisa.

harley-davidson-pan-america-1250-2020-2

O modelo vai encarar uma dura concorrência liderada pela BMW R1200GS. (Divulgação)


O design é um tanto peculiar. De aparência robusta, a Pan America possui linhas quadradas, principalmente no grupo óptico dianteiro, onde o farol é apenas uma fileira de LED. Os piscas estão nos protetores de mão, enquanto que a ponteira de escapamento, bastante pronunciada, dá o toque antiquado.

O objetivo evidente é duelar com a líder e fundadora do segmento, a BMW R1200GS, principalmente no continente europeu, onde elas mais vendem. Além da alemã, a Pan America 1250 vai disputar espaço com KTM 1290 Super Adventure, Honda CRF1000L Africa Twin, Yamaha XT1200Z Super Ténéré e Ducati Multistrada 1260, é claro.

Mas para cumprir essa difícil missão, espera-se que a Pan America 1250 venha com um pacote eletrônico completo, ou seja, uma boa centralina eletrônica capaz de gerenciar modos de pilotagem, vários níveis de controle de tração, de ABS e de suspensão semi-ativa, além de outros detalhes como manoplas aquecidas e monitoração da pressão dos pneus.

Com vendas alarmantemente em declínio, tanto nos Estados Unidos quanto no exterior, a Harley-Davidson elaborou um grande e extenso plano de revigoramento, com o objetivo de atrair um público novo e mais jovem, tanto para a marca quanto para o motociclismo em geral. A linha de produção será diferenciada e até a forma de vendas nas concessionárias.

Além da Pan America 1250, a marca norte-americana mostrou hoje fotos de uma hypernaked de 975cc e as formas definitivas de sua motocicleta elétrica, aprimorada através do projeto LiveWire nos últimos quatro anos. Essas e outras 18 motocicletas devem ser apresentadas com todos os seus detalhes até 2020!