MotoGP: Folger volta à Yamaha como piloto de testes


Quase um ano após deixar o grid da MotoGP para tratar-se de uma doença, Jonas Folger está de volta à Yamaha, para realizar o trabalho de piloto de testes. O alemão vai ajudar a equipe a deixar a YZR-M1 competitiva novamente.

jonas-folger-2018Folger, que realizava, no ano passado a sua temporada de estreia na MotoGP, precisou se ausentar para tratar a sua Síndrome de Gilbert, uma condição em que o fígado não processa corretamente os níveis de bilirrubina, afetando diretamente o preparo físico.

Com a saúde debilitada, o alemão foi substituído na equipe Tech3 pelo malaio Hafizh Syahrin. Entretanto, ao longo desse ano Folger fez progressos suficientes para voltar a pilotar, pelo menos em sessões de testes, o que foi muito pedido por Valentino Rossi e Massimo Meregalli, diretor da equipe.

Estou muito feliz com essa decisão. Com o Massimo, nós pressionamos um pouco para ter o Jonas como piloto de testes, porque eu acho que ele é um cara talentoso e ainda é muito jovem”, disse Rossi. “Ele pode andar na moto como Maverick e eu, acho que ele pode fazer um bom trabalho no nível de eletrônica. Acho que foi importante para a Yamaha obter seus serviços.”

Viñales também comentou o retorno de Folger: “Honestamente, Jonas não deveria ser um testador, porque ele tem muito espaço para correr em tempo integral. Mas é muito bom para nós tê-lo como piloto de testes“, reconhece. “Eu o conheço desde as categorias de acesso e Jonas é um cara legal. Ele tem um nível muito bom e já correu na MotoGP“.

Sem vencer há mais de um ano, a Yamaha está buscando uma reestruturação para voltar mais forte em 2019. Outra aquisição da equipe de MotoGP foi a do técnico especializado em eletrônica Michele Gadda, que estava trabalhando com a marca no Mundial de Superbike.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.