Na Dinamarca, Honda revela África Twin inteligente


KTM, BMW e Ducati não são as únicas montadoras a investir pesado em sistemas autônomos de segurança para motocicletas. A Honda também está trabalhando nesse quesito e acaba de introduzir um sistema experimental na CRF1000L África Twin.

honda-crf1000l-africa-twin-2018-capa-2Mostrada no Congresso Mundial de Sistemas Inteligentes de Transporte, em Copenhague, na Dinamarca, a África Twin inteligente vem equipada com a tecnologia V2X (Vehicle-to-Everything), o que pode ser traduzido como “Veículo-Para-Tudo”.

Trata-se da transmissão de informações de um veículo para qualquer entidade que possa afetá-lo e vice-versa. A tecnologia visa melhorar a comunicação entre motocicletas e carros para ajudar a reduzir o número de acidentes rodoviários e melhorar o fluxo do tráfego.

Implementada primeiramente na aviação, a tecnologia chegou aos automóveis no começo dessa década e aos poucos vem sendo trabalhada em motocicletas. Nos últimos meses, a Ducati já disse que nos próximos anos suas motocicletas virão com uma espécie de “radar” anticolisão. Bosch e KTM testam em conjunto equipamentos semelhantes.

A Honda não revelou maiores informações sobre seu projeto ou quando chegará ao mercado. No entanto, eles já vem trabalhando na tecnologia V2X nos últimos anos e se as concorrentes apresentarem recursos semelhantes, com certeza os japoneses estarão prontos para fazer o mesmo.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.