Salão de Colônia: Indian apresenta FTR 1200 em duas versões


Conforme o prometido, a Indian apresentou hoje (2), no Salão de Colônia (Intermot) a FTR 1200, primeiro modelo “não cruiser” da marca norte-americana em muitos anos. A motocicleta será oferecida em duas versões.

indian-ftr-1200-2019-2

Indian FTR 1200: primeira investida da marca fora do segmento custom. (Divulgação)

A sua chegada já havia sido bem documentada nas últimas semanas, através da descoberta de desenhos patenteados pela Indian e também pela própria marca, que confirmara sua chegada há alguns meses, até divulgando um teaser na semana passada.

Respondendo ao pedido de muitos fãs, a FTR 1200 é muito próxima visualmente à Scout FTR 750, que compete nas pistas de Flat Track norte-americanas e vem dominando o campeonato com piloto Jared Mess.

O motor é um V-Twin de 1.203 cm³ refrigerado a água. Baseado no mesmo propulsor que equipa a linha Scout, a unidade possui profundas modificações internas, como uma taxa de compressão mais elevada (12,5:1), uma árvore de manivelas diferente, um furo maior e um eixo de rotação do braço oscilante diferente.

indian-ftr-1200-2019-5

A versão standard tem painel analógico. A “S” é digital. (Divulgação)


Isso se transformou em uma potência de 122 cv a 8.250 rpm, com um torque de 11,75 kgf.m a 6.000 rotações. O câmbio tem seis marchas curtas e a embreagem é deslizante. O chassi é do tipo tubular de aço e os garfos invertidos Sachs não oferecem regulagens, exceto para o amortecedor traseiro. As rodas são de 19 polegadas na frente e 18 na traseira, com pneus Dunlop DT3-R.

O painel é bem simples, agrupando em um único mostrador velocímetro (analógico), luzes-espia e demais informações em um pequeno mostrador digital de LCD. São três modos de pilotagem (Standard, Sport e Rain), controle de tração, controle de estabilidade e anti-wheelie.

Os discos de freio de 320mm possuem pinças Brembo com ABS Bosch não comutável, enquanto que a iluminação é totalmente composta por LED’s. O peso é de 221 kg quando completamente abastecida e o tanque de combustível comporta 3,4 litros sob o assento.

Indian FTR 1200 S

indian-ftr-1200-e-ftr-750

Indian FTR 1200S e sua versão das pistas, FTR 750. (Divulgação)


De forma até surpreendente, a Indian revelou também a FTR 1200 S, versão de alta especificação ainda mais próxima da FTR 750, a começar pelo esquema de cores, muito semelhante ao modelo de competição. Além disso, a motocicleta difere-se da standard na eletrônica e suspensão.

Só a versão S tem, por exemplo, suspensões completamente reguláveis e uma centralina mais poderosa, capacitando a versão a possuir um moderno painel inteiramente digital de TFT de 4,3 polegadas sensível ao toque. O ABS atua em curvas e também pode ser desligado. O peso geral é 1 kg maior que a standard.

Dinâmica, a Indian também já anunciou o preço, fixando a versão standard em US$ 12.999 dólares e a versão S em $ 14.999 ou $ 15.999, se o cliente optar pela pintura replica corrida. A marca de Springfield esteve presente no Brasil até esse ano, quando o Grupo Polaris subitamente resolveu desistir de trazer as motos para cá. De modo que a FTR 1200 será um sonho distante para nós…

Indian FTR 1200

Indian FTR 1200 S


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.