Salão de Milão: Ducati apresenta Panigale V4 R, para competir no WSBK


A Ducati apresentou hoje (4), no Salão de Milão, a Panigale V4 R, versão de homologação da motocicleta para competir no Mundial de Superbike. Com ela, a marca italiana espera superar a Kawasaki na temporada 2019.

ducati-panigale-v4-r-premiere-1

Com a V4 R, a Ducati quer brigar pelo título do Mundial de Superbike.

O modelo já havia sido flagrado em testes em meados do mês passado e, conforme já havíamos antecipado àquela altura, o grande destaque dessa versão de homologação, em termos de design, são as barbatanas de tubarão nas laterais da carenagem (toda em fibra de carbono), para melhorar a refrigeração do motor.

Outro detalhe que não passa despercebido são as aletas posicionadas nas laterais da carenagem. Embora muito menores do que as vistas nas Desmosecidi de MotoGP, essa é a primeira vez que artifícios aerodinâmicos desse tipo (também de carbono) são vistos em uma Ducati de rua e no Mundial de superbike.

O motor Desmosedici Stradale, que originalmente possui 1.103 cm³ foi reduzido para exatos 998cc, medidas que são uma exigência do Campeonato Mundial. A potência, por outro lado foi declarada em 221 cv a 15.250 rpm, 2.250 rpm acima do pico de potência da Panigale V4 convencional. Esses números podem subir para incríveis 234 cv a 15.500 rotações, graças a um sistema de escapamento da Akrapovic e a liberação completa de potência na ECU.

ducati-panigale-v4-r-premiere-2

Modelo foi apresentado por Chaz Davies, piloto do Mundial de Superbike.


Isso também é resultado de uma série de componentes internos mais leves (que reduziram o peso total da moto para meros 165 kg). Uma maior eficiência de admissão de ar permite “acelerar a aceleração” do motor, o que também necessitou aumentar capacidade de giro do propulsor. O resultado foi a Ducati de rua mais potente de todos os tempos, despejando uma relação de  1,42 cv/kg.

O modelo chegou ao palco conduzido por Chaz Davies, o principal piloto da Ducati no Mundial de Superbike. O galês terá a companhia do espanhol Álvaro Bautista, que será seu companheiro de equipe oficial. A Panigale V4 R também será pilotada por Scott Redding no Campeonato Britânico em 2019.

Como se trata basicamente de uma moto de competição, maiores detalhes técnicos não foram revelados. Entretanto, a Ducati ocupou esse tempo revelando outro modelo, a Panigale V4 S Corse. Com 214 cv, trata-se basicamente de uma V4 Speciale com uma belíssima pintura em vermelho e branco inspirada na MotoGP.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.