Salão de Milão: Triumph apresenta duas versões especiais da Bonneville T120


A Triumph está apresentando essa semana no Salão de Milão duas versões especiais para a Bonneville T120. Chamadas de “Diamond” e “Ace”, os novos modelos visam atender dois gostos bem distintos entre os apreciadores das clássicas modernas.

triumph-bonneville-t120-diamond-e-ace-2019-capaDesde que foi descoberto, o segmento das motocicletas retrô se transformou na “galinha dos ovos de ouro” das montadoras. Afinal, basta reciclar antigos sucessos de sua própria história para fazer dinheiro entre um publico mais ávido pelo passado do que pelo futuro.

Para as montadoras é uma tarefa simplificada, já que os gastos com pesquisa e desenvolvimento são bem menores, bastando se concentrar nos detalhes que muitas vezes fazem toda a diferença. A Triumph talvez seja a principal delas, já que mais da metade de seu catálogo responde por modelos desse segmento.

É o caso da linha Bonneville, a mais emblemática das motocicletas retrô atuais e que está completando 60 anos em 2019. Naturalmente, a marca britânica não vai deixar a data passar em branco, com comemorações diversas e edições especiais, como essas Diamond e Ace.

triumph-bonneville-t120-diamond-e-ace-2019-capa-2

A Bonneville T120 Diamond é um modelo standard que traz como diferenciais uma série de componentes cromados e um assento com forração branca. Essa também é a única cor disponível, que ainda traz um tanque de combustível estilizado com o formato da bandeira da Grã-Bretanha.

Já a Bonneville T120 Ace vai no caminho oposto. Homenageando o famoso “Ace Café”, ponto de encontro de motociclistas em Londres, a versão teve todas as suas peças pintadas de preto fosco e cinza (Storm Grey). No tanque de combustível, um logotipo semelhante ao da cafeteria foi desenhado.

A Triumph e o Ace Café andam de mãos dadas” disse, Mark Wilsmore diretor do Ace Café. “Esta bela nova Bonneville T120 Ace é uma homenagem a esses pilotos e nossa gloriosa história compartilhada em grande estilo“, completou.

Mecanicamente ambas mantiveram o motor 1200cc, de dois cilindros paralelos e refrigeração líquida apresentado em 2015, que entrega um torque máximo de 10,70 kgf.m a 3.100 rpm, 54% a mais do que a geração anterior, gastando menos combustível e gerando menos poluentes. O gerenciamento é eletrônico, com acelerador ride-by-wire.

Apenas 900 unidades serão construídas das duas versões especiais, que serão acompanhados de um certificado de autenticidade assinado pelo atual CEO da Triumph, Nick Bloor. Preço e disponibilidade ainda não foram informados.

Triumph Bonneville T120 Diamond

Triumph Bonneville T120 Ace


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.