Nos Estados Unidos, Honda CBX 1981 é descoberta ainda na caixa


Nós adoramos histórias de motos guardadas em um canto, esquecidas por décadas e redescobertas como uma espécie de “Arca da Aliança”. Essa é a história dessa Honda CBX 1050 de seis cilindros 1981, que foi encontrada nos Estados Unidos ainda na caixa!

O tempo parou para essa Honda CBX-B 1050, que viu a luz do dia pela primeira vez em 37 anos. (Divulgação)

Os detalhes ainda são escassos, mas o que se sabe é que a motocicleta, uma das mais caras da linha Honda em 1981, foi enviada para um concessionário da marca em Lake County, Illinois. Por alguma razão, o modelo não foi vendido e entregue a um cliente desconhecido ficando empacotada por 37 anos até ser leiloada nessas condições no início do mês.

De acordo com o site RideApart, a Honda tinha o costume de enviar algumas unidades de CBX para escolas profissionalizantes e técnicas em todo o país, com o objetivo de ensinar a mecânica do modelo à medida que as classes montavam as motos.

O modelo em seus anos de glória. (Divulgação)

Trabalhar em uma motocicleta tão avançada para a época estava além da capacidade de algumas classes, incluindo os professores, então algumas dessas motos nunca foram usadas. Não se sabe ao certo se esta é a razão pela qual esta CBX-B tenha permanecido sua caixa depois de todos esses anos, mas é a mais provável.

Lançada em 1978, a Honda CBX 1050 foi uma das motocicletas mais excitantes de seu tempo. Sucessora da igualmente icônica CB750F, a motocicleta possuía um irresistível motor de 6 cilindros em linha, capaz de fornecer mais de 100 cv, um assombro em uma época onde nem capacete era um item obrigatório.

Em 1981, o modelo ganhou sua segunda geração passando a ser chamada de “CBX-B”. Vendida agora como uma sport-touring, a motocicleta ganhou uma carenagem integral e até alforjes rígidos laterais. É exatamente essa a versão que foi encontrada na caixa. Ainda surgiria a versão “CBX-C” em 1982 antes de a moto ser descontinuada.

Sem emplacamento, esta Honda CBX-B possui apenas o seu número de chassi número de (JH2SC0600BC301688) para identificá-la. E ninguém ainda se atreveu a tirá-la de sua caixa original. A moto foi vendida nessas condições em um leilão da Obenauf no dia 21 de novembro. Após 81 lances, o preço ficou em US$ 28.000, cerca de R$ 108 mil reais.

Relíquias esquecidas é com a gente mesmo. Em 2014, reportamos o aparecimento de uma Yamaha FZR 750 na Espanha com apenas três milhas no hodômetro. Dois anos depois, foi a vez de uma Kawasaki Ninja ZX-7R ser encontrada também na caixa. O mesmo aconteceu em um porão na Suécia com duas Honda, uma NR750 e uma VFR750R.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.