Ducati faz Recall com Monster e Supersport porque pedal de câmbio pode cair


A Ducati está começando uma campanha de Recall mundial com os modelos Monster 821, Monster 1200, Supersport e Supersport S. O motivo? O pedal do câmbio não foi montado adequadamente e pode cair.

De acordo com documentos divulgados pela Agência Norte-Americana de Segurança no Trânsito (NHTSA), o piloto pode sentir a alavanca girando em sua extremidade e, for solta, o motociclista terá dificuldade em mudar de marcha ocasionando uma situação de risco.

A Ducati recebeu o primeiro caso em uma concessionária na Europa no dia 4 de julho. A marca italiana logo abriu uma investigação, que em outubro determinou a causa como uma falha no processo de montagem. Em 20 de novembro, os procedimentos para um Recall mundial começaram.

Felizmente a solução não é complicada ou demorada. As concessionárias simplesmente inspecionarão a alavanca de marchas nas motocicletas envolvidas para verificar o torque aplicado no parafuso que segura a peça. Se estiver girando em falso, eles substituirão a peça inteira.

O ano de 2018 foi recheado de Recalls para a Ducati. Somente a Panigale V4, grande estrela da marca já foi chamada duas vezes. A Supersport acaba de voltar de outro chamamento envolvendo um excesso de vibração nos espelhos retrovisores. Como os modelos são comercializados no Brasil, o mesmo pode acontecer por aqui.


Sobre Lucas Carioli

Publicitário de formação, jornalista por opção, principalmente sobre o motociclismo, o único "ismo" que pratica. Quando não está escrevendo ou tocando rock, está perdido em alguma estrada com sua moto.