Márquez evita desculpas: “cometi um grande erro”


Marc Márquez não deu desculpas para explicar a queda que teve durante o Grande Prêmio dos Estados Unidos realizado ontem (14) em Austin. O espanhol admitiu que cometeu um grande erro.

Márquez, que até então havia vencido todas as edições da etapa (realizada desde 2013) estava mais uma vez em uma liderança confortável, quando escorregou de frente na curva 12, quando completava a nona volta.

Nós tivemos seis anos incríveis aqui, mas hoje eu cometi um grande erro“, se antecipou em dizer Márquez”. “Quando cheguei na garagem, pedi desculpas à equipe e agora gostaria de pedir desculpas aos fãs porque foi um erro meu. É diferente cometer um erro lutando pelo quinto e lutando pela vitória, o nível estava lá“, continuou.

Com a saída de Márquez, a disputa pela vitória ficou entre Valentino Rossi (Yamaha) e Alex Rins (Suzuki). No final, venceu o espanhol, que realizou uma ultrapassagem cirúrgica sobre o italiano a três voltas da bandeirada e venceu pela primeira vez na MotoGP.

Como consequência, Márquez também perdeu também a liderança do campeonato, que agora está com Andrea Dovizioso e seus 54 pontos. Rossi vem em segundo com 51, Rins subiu para terceiro com 49 e o piloto da Honda despencou para quarto com os mesmos 45 do GP da Argentina.

Estamos a apenas nove pontos da liderança“, disse Márquez tentando ver o lado positivo das coisas. “É verdade, cometemos um erro, mas somos humanos e isso pode acontecer. Precisamos aprender com isso e entender e voltar mais fortes em Jerez“, encerrou.

Não foi um grande final de semana para a Honda. O companheiro de Márquez, Jorge Lorenzo também não completou a prova, mas com um problema mecânico. “Infelizmente tivemos um problema com a moto e eu fui forçado a me retirar da corrida. Foi uma questão diferente ontem“, disse.

Lorenzo, no entanto, tem motivos para esperar dias melhores em Jerez: “Não tive o melhor começo, mas consegui me recuperar e comecei a ganhar algumas posições. “Estava me sentindo muito bem em um circuito onde normalmente tenho dificuldade. Agora olhamos para Jerez, um circuito que eu gosto e onde poderemos ser mais fortes”. O Grande Prêmio da Espanha acontece em 5 de maio.