Protótipo de Suzuki flagrado: V-Strom atualizada ou nova DR?


Foi flagrado rodando em testes, na semana passada, um protótipo da Suzuki no estilo Big Trail que tem tudo para ser a nova geração da V-Strom 1000. Ou seria o renascimento da série DR? Tem gente que garante ser essa a real intenção da marca japonesa.

Os protótipos foram flagrados em testes na Itália. (RideApart)

A foto acima tem sido compartilhada em importantes meios de comunicação da Europa e aparentemente foi registrada na Itália. O protótipo está com camuflagens em suas principais partes, técnica utilizada pelos fabricantes para mascarar o novo design.

Ainda assim, a imagem revela muito para quem tem olhos atentos. O motor é claramente um V-Twin a 90º, como na V-Strom atual. Os garfos e o braço oscilante também parecem ser os mesmos da big trail, assim como as pinças de freio radiais.


Tudo indica tratar-se da nova geração da V-Strom 1000, um dos modelos de maior sucesso da Suzuki, mas que não é atualizado desde 2015. Contudo, sites como o TrailRiders dizem que fontes confiáveis da marca garantem ser uma nova “DR” que está a caminho.

Os mais novos talvez não tenham conhecimento sobre a série DR da Suzuki. Lançada em 1982, a linha é composta por diversos modelos entre 125cc e 800cc. Esta última chegou a ter uma versão de competição que marcou presença no Paris-Dakar, com o lendário piloto francês Gaston Rahier.

Suzuki DR800S.

A Suzuki DR800 foi comercializada no Brasil durante os anos 1990 e agradou muito aos fãs do estilo Adventure, graças ao seu bom porte, mecânica confiável e real aptidão para encarar o Off-Road. Uma aptidão que a V-Strom, apesar de todas as suas qualidades, nunca conseguiu igualar.

Dando continuidade a “onda retrô” que assola a indústria, a Suzuki poderia muito bem estar criando uma versão especial da V-Strom, com design revisto, maior número de equipamentos e capacidade para encarar o fora da estrada. Seu nome pode ser “DR1000 V-Strom”, substituindo o “DL” da sigla original.

E já está na hora de a Suzuki atualizar a V-Strom mesmo. O motivo? A aproximação do Euro5 em 2020. No próximo ano, índices de poluentes ainda mais restritos passam a vigorar no Continente Europeu e, por consequência, nos Estados Unidos e também no Brasil.

Vale lembrar que a Suzuki já utilizou desse mesmo expediente no ano passado ao relançar a série Katana, utilizando como plataforma as confiáveis e ainda modernas GSX-S1000. Seja o que for, seu lançamento não deve demorar muito e pode acontecer no Salão de Milão ou em outro evento de grande porte na Ásia, continente onde a marca tem uma grande presença.