BMW registra R1200GS com tanque flexível. Modelo híbrido a caminho?


Foram descobertos novos registros de patente da BMW que revelam o que parece ser uma espécie de tanque flexível, cujo formato e tamanho poderiam variar de acordo com a necessidade. A ideia levanta a suspeita de que a marca alemã estaria trabalhando em um modelo híbrido para o futuro.

O tanque, feito de material flexível, pode ser dobrado para o alojamento de um recipiente na parte inferior. (MoreBikes)

Aparentemente utilizando uma BMW R1200GS como base, os desenhos demonstram o funcionamento do tanque de combustível feito de material flexível, que pode dobrar-se para acomodar um grande recipiente retangular posicionado na parte inferior e logo acima do motor.

Em 2015, a Wunderlich apresentou uma R1200GS com um motor elétrico na roda dianteira. (Divulgação)

De acordo com a imprensa britânica, a descobridora desses desenhos, esse recipiente retangular seria na verdade um compartimento para uma bateria adicional projetada para alimentar um motor elétrico. Dessa forma a R1200GS (agora R1250GS) poderia no futuro ser uma motocicleta do tipo híbrida, como o Toyota Prius.

Não é a primeira vez que um motor elétrico é alojado em uma BMW R1200GS. Alguns anos atrás, a empresa Wünderlich, famosa por desenvolver acessórios para a marca alemã, apresentou um conceito que era alimentado por um motor elétrico de 7,6 kW no cubo da roda dianteira.

A ideia era oferecer tração extra à R1200GS no Off-Road, para ajudá-la a se movimentar em terrenos acidentados. No caso do atual projeto, uma motocicleta híbrida ajudaria a diminuir o seu consumo de combustível na cidade. Em viagens longas, a bateria seria retirada, para aumentar a capacidade do tanque.

Em um motor a combustão, o consumo de combustível é maior na cidade e menor na estrada. Contudo, nos veículos híbridos, a situação se inverte, portanto o projeto até que faz sentido. Mas com a R1250GS recém-atualizada, não imaginamos essa ideia ganhando a luz do dia, pelo menos a curto prazo.