WSBK: Melandri anuncia que vai se aposentar no final do ano


Marco Melandri informou ontem (9) que pretende pendurar definitivamente o capacete ao fina l da temporada. O italiano de 36 anos compete atualmente pela equipe GRT Yamaha no Mundial de Superbike.

Melandri tem feito uma temporada de altos e baixos, onde conquistou apenas três pódios e ocupa a nona posição na tabela de classificação, com 124 pontos em seu nome. Apesar disso, o italiano afirma que tomar a decisão de parar foi muito difícil.

A decisão de se aposentar foi muito difícil para mim”, admitiu Melandri. “Eu estava pensando nisso há algum tempo e, antes da corrida de Imola finalmente decidi parar no final da temporada. Eu ainda sou competitivo e acho que é melhor parar neste momento, enquanto eu ainda gosto de correr, em vez de esperar até que o prazer e os resultados sejam mais difíceis de alcançar“, explicou.

Não parece, mas Marco Melandri é um dos pilotos italianos mais bem sucedidos da era moderna. Nascido em Ravena, Itália, em 7 de agosto de 1982, o piloto foi introduzido às corridas por Loris Reggiani e chegou ao Campeonato Mundial em 1997, onde conquistou sete vitórias e seis pole positions nas 125cc.

Melandri conquistou em 2002 o título das 250cc.


Em 2000 chegou à classe intermediária (250cc) com a missão de substituir Valentino Rossi, que havia sido campeão mundial no ano anterior pela Aprilia. O italiano foi bem sucedido conquistando o título em 2002. No ano seguinte chegou à MotoGP onde venceu cinco corridas entre 2003 e 2010.

Em 2011, mudou-se para o Mundial de Superbike, onde substituiu Cal Crutchlow na Yamaha. Na principal categoria de motos de produção do mundo, Melandri atingiu outras 22 vitórias, 4 poles e 72 pódios competindo também por BMW, Aprilia (onde retornou brevemente à MotoGP em 2015), MV Agusta e Ducati. Mas é pela marca dos diapasões que o italiano aparentemente sente mais carinho.

Desde que tomei a decisão, sinto que um enorme peso foi retirado dos meus ombros e, agora que todos sabem que este é o meu último ano, estou ainda mais motivado para pressionar por bons resultados nas últimas corridas“, continuou Melandri. “Gostaria de sair em alta por mim e também para retribuir a fé que tanto a Yamaha quanto a equipe da GRT demonstraram em mim. Tem sido uma temporada difícil, mas eles trabalharam muito para me ajudar a perceber o meu potencial. Vou dar tudo de mim”, garantiu.

Melandri terá a chance de realizar uma boa performance na próxima etapa do Mundial de Superbike, que é o Grande Prêmio dos Estados Unidos, no circuito de Laguna Seca, no próximo final de semana, entre os dias 12 e 14 de julho. Na pista californiana, o italiano conquistou dois pódios de MotoGP e uma vitória no WSBK.