Bautista convida Rossi a ingressar no Mundial de Superbike


Feliz com sua primeira temporada no Mundial de Superbike, Álvaro Bautista convidou Valentino Rossi para ingressar no campeonato quando terminar o seu compromisso com a MotoGP em 2020.

Depois de passar 16 anos no Campeonato Mundial, a maioria deles como coadjuvante, Bautista está sendo um dos protagonistas do Mundial de Superbike, onde disputa o título com sua Ducati Panigale V4 contra o tetracampeão Jonathan Rea (Kawasaki).

Em entrevista a uma rádio espanhola, Bautista disse que a vinda de Rossi aumentaria seria benéfica para o Mundial de Superbike: “Eu dou força para ele vir para cá com a gente, onde é mais descontraído. Mais competição? Quanto mais pilotos tiverem, melhor. Eu ficaria feliz“, garante.

Leia também
WSBK: Sykes quer equipe satélite da BMW para 2020
Superbike Brasil: Yamaha informa que está de volta ao campeonato
Empresa de cobrança de dívidas denuncia Lorenzo por falta de pagamento


O Mundial de Superbike sempre foi uma alternativa aos pilotos que não tinham condições de se destacar na MotoGP. Foi o caso de Alex Barros em meados dos anos 2000 e de Max Biaggi, que reencontrou a glória perdida ao ser campeão com a Aprilia em 2010 e 2012.

Por que não? Seria divertido. Quando você tem bons pilotos correndo com você e consegue vencê-los, suas vitórias têm mais mérito do que se houver menos“, completou Bautista, que ainda não renovou seu contrato com a Ducati para 2021. O espanhol disse que está analisando uma proposta da Honda.

Rossi está no meio de seu último contrato com a Yamaha, com validade até o término da temporada 2020. O que o eneacampeão fará depois disso ainda é um mistério. Enquanto alguns garantem que um novo acordo estaria a caminho, outros dizem que o italiano estaria pronto para pendurar o capacete e se dedicar 100% a gerencia de sua própria equipe, a VR46.