Empresa alemã cria superbike tendo como base a KTM 790 Duke


Especialistas em motos de corrida, a empresa alemã Krämer Motorcycles revelou essa semana a GP2R, uma superbike que utiliza a plataforma da naked KTM 790 Duke. Mas não, se engane, isso não é um kit. Trata-se de uma esportiva de verdade para pilotos profissionais.

O motor LC8, de dois cilindros em linha foi extensamente modificado e teve a sua cilindrada aumentada para 890cc. Está rendendo agora 130 cv de potência e um torque máximo de 10,20 kgf.m, um avanço considerável em relação a 790 Duke original que produz 105 cv e 8.77 kgf.m.

Quadro e o braço oscilante originais foram descartados e o motor foi colocado em uma nova estrutura treliçada, com ângulo de esterço ajustável, assim como o conjunto de suspensões fornecidos pela WP. As pinças de freio são Brembo M50 e as rodas de alumínio forjado Dymag.

Pesando apenas 140 quilos, a GP2R mira pilotos que competem nos campeonatos de superbike da Europa e Estados Unidos. Uma segunda versão de 850cc especialmente desenvolvida para o mercado norte-americano também será oferecida, com ambas ganhando um sistema de controle de motor programável.

Leia também
Transforme a sua BMW G310R em uma superbike com esse Kit
Kit que transforma Kawasaki Z900 em ZX-7R já está disponível
Ducati Streetfighter 1098 “Bestie”, que competiu em Pikes Peak


Este é um momento importante para a nossa ainda jovem, mas já estabelecida empresa. É hora de dar o próximo passo usando a experiência dos últimos cinco anos“, disse o proprietário da Krämer Motorcycles, Markus Krämer. “Nosso know-how em construção e nossa competência de produção garantiram que pudéssemos desenvolver uma fantástica moto de corrida baseada na KTM 790 Adventure“, completou.

O preço anunciado nos Estados Unidos foi de US$ 29.990 (R$ 113 mil), o que é bastante acessível a pilotos com pretensões de competição sérias. A Krämer ainda garante que aqueles que fizerem o pedido antes outubro poderão escolher a cor do quadro e da carenagem inteira sem nenhum custo adicional.

Para completar, uma assistência técnica extra pode ser requerida através do “Track Service Package”. Em colaboração com a empresa suíça Speedbox, eles armazenam, fazem a manutenção periódica e transportam sua máquina para os circuitos, tanto em provas quanto treinamentos.