Parceria entre Triumph e Bajaj Auto será consolidada nos próximos meses


Exatamente dois anos atrás, a inglesa Triumph e a indiana Bajaj Auto anunciavam o começo de uma parceria técnica que já andava até esquecida. As duas partes, no entanto, reiteram que o acordo continua de pé e um acordo formal será firmado ainda esse ano.

O acordo prevê que uma expansão da Triumph no mercado asiático, utilizando-se da capacidade produtiva da Bajaj Auto, atualmente um dos maiores conglomerados automotivos do mundo. Curiosamente, os indianos já fazem o mesmo com a KTM, marca que eles detêm 48% de participação, inclusive.

E harmonizar os produtos de KTM e Triumph, além de estabelecer como as duas marcas irão compartilhar seus departamentos de Pesquisa e Desenvolvimento parece ser a grande questão. A expectativa é de que os austríacos continuem oferecendo suas motos de baixa cilindrada (Duke 390), enquanto os ingleses entrem com as de alta (Street Triple 765).

Leia também
Triumph pode estar preparando Speed Triple com 1160cc para 2020
Veja as novas Triumph Tiger, Daytona 765 e Thruxton R Black em vídeo
Na Argentina, Honda encerra produção de carros e dá prioridade às motos


Atualmente, aliar-se à grandes produtoras automotivas tem sido a saída para as marcas europeias continuarem sua expansão mundial com custos razoáveis. Eles fornecem a “inteligência”, enquanto a outra parte completa com uma mão-de-obra, significativamente mais barata, além de abrir as portas a pontos de venda já estabelecidos.

A BMW faz o mesmo com a TVS Motors, outro gigante indiano na produção de veículos. Aliás, o país hindu, que ultrapassou a China como o maior do mundo em vendas de motos, naturalmente tornou-se grande foco das principais montadoras. Uma palavra sobre o acordo entre Triumph e Bajaj Auto deverá ser dita no Salão de Milão.