Nos EUA, 12 mil Harley terão de voltar às concessionárias por não possuírem refletores


Nem todo Recall é feito por problemas de segurança. Alguns acontecem porque as montadoras se esquecem dos itens mais básicos. É o caso da Harley-Davidson, que não colocou refletores vermelhos no kit de bagagem de alguns modelos.

De acordo com a Agência Norte-Americana de Segurança no Trânsito (NHTSA), esses modelos estão infringindo o artigo 108 dos Padrões Federais de Segurança de Veículos Automotores (FMVSS), no apêndice “Lâmpadas, Dispositivos Refletivos e Equipamentos Associados” e, portanto precisam ser recolhidos.

A desatenção da marca de Milwaukee afetou nada menos do que 12.733 unidades equipadas com o chamado “Harley-Davidson Detachable Tour-Pak Luggage Conversion”, que é basicamente como a marca chama o seu conjunto de alforjes rígidos laterais e baú traseiro dos modelos Ultra Glide e derivados.

Especificamente, os modelos envolvidos são FLHTCU, FLHTUL, FLHTK ANV, FLHTKL, FLTRU e FLHTK, FLHTKSE, FLHTKSE ANV e FLTRUSE (haja consoante) fabricadas entre 2016 e 2019. A Harley-Davidson disse que já notificou os proprietários e vai instalar refletores gratuítamente. O Recall começou no dia 19.