Nos EUA, linha Yamaha 2020 traz o retorno da V-Max e V-Star 250


A Yamaha dos Estados Unidos anunciou a chegada da linha 2020 às concessionárias norte-americanas para o próximo mês. A parte mais interessante é o retorno de motocicletas que já estavam fora de linha, como a V-Max e a V-Star 250.

Elas estão na linha “Sport Haritage”, que oferece motocicletas com aspecto vintage, mas tecnologia moderna. Também estão nessa categoria, por exemplo, os modelos XSR700 e 900, baseados na MT-07 e MT-09, respectivamente.

Ausente do catálogo desde 2016, a V-Max retorna praticamente inalterada, com o seu famoso motor V4 de 1.679 cm³ inclinados a 65 graus, capaz de proporcionar acelerações dignas de um dragster e que construíram a sua fama de muscle bike desde 1985.

Graças a uma nova ECU, a motocicleta agora conta com um sistema que controla a entrada de ar eletronicamente (YCC-I) e acelerador controlado por chip (YCC-T). A nova V-Max será disponibilizada a partir de outubro apenas na cor preto fosco (Matte Raven Black) por US $ 17.999.

A V-Star 250 nada mais é do que a nossa conhecida XV250 Virago, uma das customs de pequeno deslocamento que mais fizeram sucesso no Brasil no começo da década passada. O modelo foi produzido em Manaus entre 1997 e 2002, mas sua produção nos Estados Unidos continuou com outro nome até o modelo 2018.

Ausente da linha 2019, a V-Star 250 retorna sem grandes modificações no modelo 2020, ou seja, com o mesmo motor V-Twin de 249 cm³ O comunicado, contudo. não disse se os modelos passaram por modificações para se enquadrar às novas normas antipoluição. A motocicleta será oferecida na cor prata por $ 4.349.