Honda trabalha em HUD touchscreen para motocicletas


A Honda arquivou recentemente nos escritórios de patente um interessante projeto em que detalha um painel do tipo HUD para motocicletas e que ainda teria a capacidade de ser sensível ao toque (touchscreen).

Em 2016, a Samsung também apresentou um HUD conceitual para motocicletas. (Divulgação)

O painel das motocicletas é um dos elementos que mais avançou nos últimos dez anos. De mostradores analógicos convencionais saltamos para telas de TFT que não perdem em nível de sofisticação aos melhores smartphones da atualidade.

Mas motocicletas não são como carros e há uma limitação intrínseca de espaço nelas, o que não pode ser resolvido. Até agora. A ideia da Honda é utilizar um HUD no espaço vago que há entre o painel e o para-brisa de alguns modelos.

Disponível na aviação há décadas e nos carros já há alguns anos, os HUD (sigla para Heads Up Display) permite a projeção de informações bem a diante do piloto ou motorista, sem que este precise desviar sua atenção para o painel propriamente dito.

Leia também
Bosch trabalha em painéis com tecnologia 3D para veículos
Harley-Davidson arquiva projeto de cruise-control teleguiado
Como funcionam os revolucionários painéis digitais em TFT?


Naturalmente, a ideia tem grande valor do ponto de vista da segurança. No projeto, eles ainda adicionam uma camada sensível ao toque na parte da tela transparente na qual o HUD é projetado, para que os motociclistas possam deslizar pelas páginas e ignorar ou minimizar avisos.

Telas sensíveis ao toque em motos geralmente são estranhas, porque as luvas e a própria movimentação do veículo podem dificultar o acerto preciso no ponto certo. Ao transformar o para-brisa em uma tela sensível ao toque gigante, os ícones ficariam muito maiores para responder a comandos menos precisos.

Os desenhos da Honda utilizam uma Africa Twin para ilustrar como o HUD sensível ao toque funcionará. Esse estilo é claramente o mais adequado à ideia, mas a empresa também considerou utilizá-la em outros modelos, como uma Fireblade e uma Gold Wing.

Como sempre, é difícil prever quando uma inovação dessas chegará ao mercado. Mas, com o nível de exigências crescendo a cada ano (muito por conta das próprias marcas) não é difícil imaginar um protótipo sendo demonstrado ao vivo em pouco tempo. Veja como a tecnologia funciona em carros abaixo.