Salão de Milão: Kawasaki Z650 ganha facelift e painel TFT em 2020


A Kawasaki está apresentando essa semana no Salão de Milão uma Z650 atualizada para 2020. A naked média ganhou seu primeiro facelift, alterações no motor e um painel TFT tecnologicamente mais avançado.

Ainda bastante atual desde que quando estreou em 2016 substituindo a ER6-N, a Z650 não necessitou de muitas alterações para encarar o início da próxima década, que terá na Europa a chegada do Euro5, com índices de emissões bem mais severas.

Naturalmente, as preocupações da Kawasaki se concentraram no motor de 649 cm³ e dois cilindros em linha, que recebeu uma caixa de ar revisada e novos catalisadores no escapamento para liberar a quantidade esperada de hidrocarbonetos na atmosfera.

Felizmente, eles conseguiram contornar as exigências sem fazer com que o propulsor perdesse potência, continuando a gerar os 68 cv a 8.000 rpm e 6,6 kgf.m de torque aos 6.500 giros, que a tornam uma das motos mais ágeis no perímetro urbano.

Resolvido o principal problema, a Kawasaki aproveitou a oportunidade para fazer uma pequena revisão cosmética na Z650, que ganhou um novo conjunto óptico frontal mais alinhado com as irmãs mais recentes da linha, Z900 e Z400.

Além disso, a motocicleta possui agora novos pneus Dunlop Sportmax Roadsport 2 (para melhor aderência), assentos com espuma de maior densidade (para melhorar o conforto) e um novo painel digital de TFT de 4,3 polegadas.

Esse painel, além de possuir melhor visualização que o anterior, vem com um conjunto completo de dispositivos tecnológicos, incluindo Bluetooth, GPS e conectividade via bluetooth com o seu smartphone através do app “Rideology”. Para completar, faróis e lanterna traseira são de LED.