MotoGP: Honda confirma contratação de Álex Márquez para 2020


A Honda Racing Corporation (HRC) confirmou hoje (18) a contratação de Álex Márquez para o lugar de Jorge Lorenzo na MotoGP em 2020. O campeão da Moto2 será companheiro de equipe de seu irmão, o octacampeão Marc Márquez.

A chegada de Álex Márquez à Repsol Honda já era dada como certa desde a quinta-feira passada (14), quando Lorenzo anunciou a sua aposentadoria das pistas um ano antes do término de seu compromisso com a equipe.

De acordo com a imprensa alemã, a HRC já procurava pelo substituto de Lorenzo desde agosto. Jorge Martin e Brad Binder estavam entre os mais cotados, mas os dois não poderiam ser utilizados, pois já teriam contratos com a KTM.


Em 2014, Álex experimentou a moto reserva do irmão nos testes de Valência. (MotoGP)

Álex Márquez, por sua vez, tentou conseguir uma vaga na MotoGP ao longo do ano, sem sucesso. O espanhol, inclusive, já havia renovado o seu compromisso na Marc VDS, quando a decisão de Lorenzo mudou tudo novamente.

Pesaram a seu favor os dois títulos conquistados no Campeonato Mundial, na Moto3 (em 2014) e na Moto2 (2019) e o forte apoio de seu irmão. “Ele foi o único desses três pilotos a vencer dois títulos do campeonato mundial“, teria comentado. O contrato, no entanto é de apenas um ano.

Márquez deve estrear pela primeira vez como piloto oficial da Honda amanhã (19), quando começam os primeiros testes pré-temporada 2020, ainda no circuito de Valência. Essa, no entanto, não será sua primeira experiência em uma MotoGP. Em 2014, como prêmio por seu título na Moto3, o piloto de 23 anos conduziu uma RC213V ao lado do irmão nesse mesmo circuito por algumas voltas.

Juntos, os dois irmãos somam nada menos do que dez títulos mundiais ao longo da década, mesmo número da equipe rival Yamaha, que soma os nove de Valentino Rossi com o único de Maverick Viñales na Moto3 em 2013.