Salão Duas Rodas: Honda garante novas CB650F e CBR650R no Brasil em 2020


A Honda do Brasil confirmou que vai disponibilizar no mercado nacional os novos modelos da CB650F e CBR650R. As motocicletas foram completamente atualizadas no exterior ainda no ano passado.

Apresentada no Salão de Milão de 2018, a nova CB650F é completamente diferente do modelo anterior e tem o design baseado no conceito Neo Sports Café, assim como já acontece com sua irmã maior, a CB1000R.

Mas não foi só na aparência que a CB650F mudou. A naked está bem mais forte e esportiva, graças a uma nova câmara de combustão, válvulas de admissão e exaustão, maior taxa de compressão e 1.000 rpm extras para animar o motor de 4 cilindros em linha.  O resultado foram 95 cv de potência, com um torque de 6,52 kgf.m.

O quadro em dupla trave de alumínio ficou 1,9 quilo mais leve deixando o peso total em apenas 202 kg, já abastecida. Para completar o pacote, as bengalas Showa SFF de 41mm completamente ajustáveis também são novas, assim como os discos de freio de 310mm mordidos por pinças Nissin radiais de 4 pistões. O ABS é de série.

Para endossar o comportamento mais esportivo, o guidão foi posicionado mais à frente e para baixo (13mm e 8mm) e as pedaleiras mais altas e recuadas (3mm e 6mm). O estranho painel de LCD anterior deu lugar a uma nova tela de TFT bem mais limpa e legível. A iluminação é totalmente composta de LEDs, com luzes diurnas também.

Honda CBR650R

A CBR650R também foi para a academia para justificar o R em sua sigla. A versão carenada recebeu as mesmas modificações no motor da CB650F e passou por um regime no seu quadro. Isso fez com que seu peso total caísse para 208 kg, uma relação peso/potência 8% superior, de acordo com a Honda.

O guidão foi posicionado mais à frente e mais baixo, as pedaleiras, mais altas e recuadas em 3 mm e 6 mm respectivamente, enquanto que o assento permaneceu em 810 mm. Suspensões, freios e painel são os mesmos da CB650F. O preço e a disponibilidade das motos ainda estão para serem anunciados.