BMW registra nova patente de motocicleta elétrica


É bom começarmos a nos acostumar com as motos elétricas. A BMW efetuou o registro de patentes para um modelo novo impulsionado por bateria que poderá ser apresentado em um futuro próximo.

Talvez já tendo em mente o possível vazamento da informação, a BMW omitiu completamente o funcionamento do sistema no quadro principal. Tudo o que podemos ver é uma grande caixa central, que parece ser o principal elemento na estrutura da moto.

De acordo com a revista Motorrad, descobridora das patentes, essa caixa com várias peças abriga as células da bateria e os componentes eletrônicos de controle completos. Ladeado por eles, está o motor elétrico, que se estende entre o canote de direção e o mancal do braço oscilante, substituindo uma estrutura convencional.


Os garfos da suspensão dianteira são guiados diretamente através do módulo da bateria, enquanto a balança traseira monobraço encaixa na carcaça do motor elétrico e o amortecedor central traseiro é articulado diretamente entre o braço oscilante e o módulo da bateria.

Na verdade, é uma solução bem parecida com a já vista no conceito elétrico C Evolution, que ainda apresentava um subquadro de aço na frente. Apresentado em 2014, o maxiscooter é o primeiro modelo de duas todas totalmente elétrico da BMW e ainda encontra-se a venda na Europa por € 15.000.

Assim como quase todas as outras fabricantes, a BMW está muito interessada na tecnologia elétrica. Ainda esse ano, eles apresentaram o conceito “Vision DC Roadster“, uma espécie de naked futurista, mas com um motor elétrico que possui semelhanças com os famosos propulsores de dois cilindros contrapostos “Boxer” da marca.