Chefe da KTM: “contratar Zarco foi um erro”


Johann Zarco não vai deixar saudades na KTM. Pelo menos é isso o que o CEO da marca Stefan Pierer deu a entender em seus comentários mais recentes sobre o piloto francês, que decidiu deixar a equipe no meio da temporada.

Zarco foi contratado a peso de ouro pela KTM para liderar a equipe austríaca em suas primeiras vitórias na MotoGP. O francês, no entanto, não se entendeu em nenhum momento com a motocicleta e decidiu abandonar o barco após 13 corridas.

A rescisão do contrato, depois de Misano, foi uma decisão correta. Zarco não contribuiu com nada para o projeto. Assinar com ele foi um erro e não há mais nada a acrescentar”, disse Pierer ao jornal espanhol AS.


O problema entre Zarco e a KTM foi ampliado quando o piloto de 29 anos fez declarações públicas difíceis sobre a motocicleta, o que ocasionou um verdadeiro mal estar em seu box. Apesar disso, Pierer afirma que eles ainda forma gentis com o francês permitindo que competisse com outra marca no final da temporada.

Nos comportamos muito bem com ele, permitindo que ele competisse com a LCR-Honda nas últimas três corridas do ano“, relembrou Pierer, já que Zarco na verdade tinha um contrato para duas temporadas com a KTM.

Declarações não parecem ser o ponto forte de Zarco. Na última etapa do ano, em Valência, o piloto teria rejeitado uma oferta da equipe Avintia argumentando que “não era uma equipe de ponta” e que estaria “dando um passo atrás” . Agora, no entanto, o time de Raúl Romero é a única alternativa para continuar competindo em 2020.