RST também terá linha de jaquetas com airbag em 2020


A RST marca britânica de vestuário motociclístico anunciou esse mês a sua primeira linha de jaquetas de airbag com preços “acessíveis”. A empresa espera rivalizar com a Alpinestars e Dainese na próxima década.

Através de uma parceria com a empresa especialista em airbags In&motion, a RST criou a jaqueta têxtil de entrada “GT” contendo um airbag eletrônico totalmente integrado por apenas £ 399,99 (cerca de R$ 2.100,00)

A marca de Derbyshire também desenvolveu versões com airbag da jaqueta GT versão de couro (£ 699,99), “Adventure X” (£ 499,99) e macacão “V4.1” (£ 899,99). As peças possuem exatamente as mesmas especificações dos seus homólogos sem airbags, mas com 40 itens diferentes para acomodar perfeitamente a tecnologia.


Pretendemos democratizar a tecnologia dos airbags para que os motociclistas comuns – não apenas os poucos ricos – possam garantir esse nível extra de segurança“, disse Stuart Millington, CEO da RST. “Os números de redução de lesões nos airbags são simplesmente impressionantes“.

Em vez de ser usado como um colete independente, o airbag em formato de “U” é incorporado em um forro de malha dentro da peça para proteger abdômen, peito, pescoço e ombros. Dois canais que inflam correm pelas costas de ambos os lados da coluna para evitar lesões por torção.

Um grupo de sensores capaz de analisar movimentos 1000 vezes por segundo envia os sinais para a ECU localizada na parte traseira onde também está o sistema de inflação. A marca britânica alega que o airbag é capaz de inflar em menos de 0,05s.

Além de dispor a tecnologia, a RST vai apostar em um novo método de vendas. Clientes que comprarem uma jaqueta nova convencional também poderão alugar o colete airbag por US$ 12 ao mês ou comprá-lo separadamente por US$ 399. E o inflador pode ser reutilizado em casa, caso seja acionado por um acidente. A linha RST estará à venda em março do próximo ano.