Harley-Davidson do Brasil registra alta de 5,8% em 2019


Contrariando a tendência mundial, a divisão brasileira da Harley-Davidson anunciou ontem (5) resultados positivos para o ano de 2019. A marca de Milwaukee registrou no Brasil uma alta de 5,8%.

Foram 6.089 motocicletas emplacadas no mercado nacional em 2019, ante 5.753 unidades do ano anterior. A produção também subiu de 5.738 para 6.249 unidades, o que representa uma melhora de 8,9% em relação a 2018.

São números que correspondem ao bom ano de vendas no setor de duas rodas em 2019. De acordo com dados da FENABRAVE, a comercialização de motocicletas teve alta de 14,3% ultrapassando, pela primeira vez desde 2015, 1 milhão de unidades.

Para a Harley-Davidson do Brasil, que possui fábrica em Manaus (montagem em regime de CKD desde 1998) e tem relações diretas no mercado nacional desde 2011, este é o terceiro ano consecutivo de alta, o que representa alívio para as finanças da marca, em declínio internacional desde 2016.

Em 2019, por exemplo, a marca do Bar & Shield registrou outra queda global de -4,3% em 2019. Mesmo os bons resultados no Brasil não foram suficientes para impedir o mercado latino-americano de fechar o ano com uma baixa de -3,90%. Apenas na Ásia os resultados foram positivos (2,70%).