GP da Espanha de MotoGP é adiado


Os organizadores da MotoGP anunciaram hoje (26) que o Grande Prêmio da Espanha foi adiado. A etapa, que estava escalada para acontecer no circuito de Jerez em 3 de maio, fica no segundo país europeu mais afetado pelo coronavírus.

A Espanha superou ontem (25) a China em número de mortos, 3.434, e mesmo adotando medidas restritivas cada vez mais severas nos últimos dias o número de casos aumentou 27%. O país ibérico só está atrás da Itália na pandemia mundial.

Por isso, estava ficando cada vez mais evidente que o Grande Prêmio da Espanha não poderia ser mantido. Mas dessa vez, a Dorna, entidade que promove e regulamenta o campeonato preferiu não estipular uma nova data “até que fique mais claro quando exatamente será possível realizar o evento”.


Com a pandemia de coronavírus ainda longe de acabar, o começo da temporada 2020 de MotoGP está cada vez mais incerto. Isso porque todas as próximas etapas acontecem justamente no Velho Continente.

Por exemplo, após o GP da Espanha, a próxima etapa da lista é o GP da França, terceiro país europeu mais afetado pelo COVID-19. Depois vem o GP da Itália em Mugello, no norte do país, simplesmente o epicentro da pandemia no ocidente.

A seguir, a MotoGP voltaria à Espanha para disputar o GP da Catalunha em 7 de junho. Os GPs da Alemanha em Sachsenring (21 de junho) e da Holanda, na “catedral” de Assen (28 de junho) vêm na sequência antes das férias de verão.