Nonna Lina, a idosa de 102 anos que sobreviveu ao Coronavírus é fã de Valentino Rossi


Nos últimos dias, a história de Italica Grondona chamou a atenção da Itália e do mundo. A idosa de 102 anos foi hospitalizada com COVID-19, mas sobreviveu e se transformou em um ícone na luta contra a doença. Recuperada, a senhora disse que é fã de Valentino Rossi e o piloto já disse que irá conhecê-la quando a quarentena acabar.

É um caso excepcional“, disse um médico do Hospital San Martino, que a tratou, na cidade de Gênova. “A reação do corpo dessa senhora ao vírus merece ser estudada. Ela veio ao hospital com sintomas respiratórios, fizemos o teste que deu positivo, mas ela quase não precisou de tratamento especializado e não foi entubada“.

Na opinião dos médicos, o que pode ter feito a diferença no caso de “Nonna Lina”, como ficou conhecida, é seu sistema imunológico, fortalecido após mais de 10 décadas contra outras epidemias, incluindo a famosa gripe espanhola de 1918. “Após a emergência, se eu não tiver sido infectado, solicitarei uma amostra do seu sangue“, brincou o Dr. Raffaele De Palma, imunologista do hospital.

Seu sobrinho Renato afirmou, em entrevista à CNN, que Nonna Lina tem apenas dois ídolos: Freddie Mercury, falecido vocalista da banda de rock Queen e Valentino Rossi, na qual é fiel seguidora há décadas. Confinado em sua casa em Tavullia na companhia de sua mãe e da namorada Francesca Novello, o Doutor já disse que irá visitá-la quando tudo isso acabar.

Muitos de vocês me enviaram mensagens sobre essa fantástica senhora de 102 anos que sonhava realizar“, escreveu Francesca em nome de Valentino no Instagram. “Conseguimos entrar em contato com ela e ela está emocionada. Um beijo para todos“. Mal podemos esperar por esse momento.