MotoGP: Agostini e Lorenzo trocam farpas


A relação entre Jorge Lorenzo e Giacomo Agostini não está em seus melhores dias. Os dois campeões trocaram palavras ácidas através da imprensa e redes sociais acerca do desempenho do espanhol na Ducati e Honda.

Tudo começou com uma entrevista concedida por Agostini ao jornal italiano La Gazzetta Dello Sport no começo do mês. Nela, o 15 vezes campeão mundial disse que uma eventual volta de Lorenzo pela Yamaha era “um risco pela falta de resultados na Ducati e na Honda”.

Lorenzo, que é muito participativo nas redes sociais não demorou nem um dia para responder Agostini: “Devo a este senhor dinheiro ou o quê? Que eu falhei na Ducati… Vamos lá cara… como é fácil falar quando você não anda de moto há 50 anos“, disparou.

Uma semana depois, Agostini se referiu à Lorenzo novamente em outra entrevista também publicada pela La Gazzetta Dello Sport, insistindo que “a verdade dói”, em alusão à resposta que o espanhol lhe deu.

Se você contratar um ótimo diretor para uma empresa e pagar muito dinheiro a ele, espera alguns resultados. Basicamente, o que importa são os resultados“, analisou Agostini. “Ele é um grande campeão, recebeu uma fortuna e… quantas corridas ele venceu em dois anos? Três corridas. Isso é pouco“.

Não preciso lamber os pés de ninguém“, insistiu Agostini. “Sempre parabenizei Lorenzo por fazer grandes coisas e sinto-me livre para criticá-lo quando ele falha. Sempre gostei de Jorge, pela maneira como ele venceu, como pilotava e como administrava as corridas“.

Agostini ainda lembrou que quando Lorenzo era companheiro de Valentino Rossi na Yamaha sempre fez “julgamentos muito positivos sobre Lorenzo, tanto que o lado de Valentino costumava ficar de mal comigo“, revela. “Infelizmente, e digo isso com muito pesar, Lorenzo não fez o que era esperado dele na Ducati“.