MV Agusta Rush 1000 deve começar a ser produzida em junho


A MV Agusta informou hoje (19) que a produção da Rush 1000, naked baseada na Brutale 1000 começará a ser produzida no próximo mês. Apenas 300 unidades serão comercializadas.

Apresentada no Salão de Milão do ano passado, a Rush 1000 tem como inspiração as corridas de arrancadas urbanas. Os destaques são o farol redondo (com iluminação de LED), guidão curvado para baixo, rabeta mínima e uma calota na roda traseira completamente exposta.

O motor é o mesmo tetracilíndrico em linha da Brutale 1000, capaz de render 208 cv de a 11.000 rpm. Se isso não for o suficiente, o comprador ainda pode adquirir um kit de competição, composto de um escape SC-Project de titânio e carbono além de um remapeamento da ECU, o que eleva a potência para 212 cv.


É claro que toda essa cavalaria só pode ser domada eletronicamente, parte que a Rush 1000 tem em abundância: quatro modos de pilotagem (Sport, Rain, Race e Custom), oito níveis de controle de tração, quickshifter bidirecional e ABS em curvas, tudo controlado através de um painel digital TFT conectável ao seu smartphone.

Após uma parada de quase dois meses por causa do Coronavírus que devastou o norte da Itália (onde está a fábrica da MV Agusta), a produção voltou a ser ativada no início de maio, após uma reorganização completa das instalações para evitar novos contágios. O primeiro modelo a ficar pronto na retomada das atividades foi a Superveloce 800.

Com o início da produção da Rush 1000 esperado para junho, respeitamos totalmente o roteiro ditado pelo plano de negócios anunciado recentemente“, disse Timur Sardarov, CEO MV Agusta. “Se, por um lado, começamos nossa expansão explorando novos mercados , novas oportunidades e novos territórios, por outro lado, continuaremos a produzir modelos de arte únicos na Itália, mantendo-nos fiéis à nossa tradição de elegância, alto desempenho e tecnologia de ponta. Tenho certeza de que esta nova e incrível moto será muito apreciada pelos entusiastas e acima de tudo pelos seus sortudos proprietários“.

Recuperando-se de uma grave crise financeira em 2016, a MV Agusta tem se concentrado em criar versões derivadas e edição limitada de suas motos conhecidas, embora os planos sejam de renovação para os próximos anos. A Rush 1000 será comercializada por 33.990 euros.