Indian registra nome “EFTR” e abre caminho para sua primeira elétrica


Assim como a Harley-Davidson, a Indian também quer ingressar no segmento elétrico. A prova disso é a descoberta desse novo registro de patente para o nome “EFTR”.

Bem aceita, FTR1200 pode ganhar versão elétrica. (Divulgação)

A aplicação será feita em “motocicletas elétricas e peças estruturais” e tudo indica tratar-se de uma versão zero emissões da FTR1200, a esportiva derivada das pistas de dirty track que tem sido muito bem aceita em diversos mercados.

Isso é apenas uma suposição, mas se tem uma motocicleta do catálogo atual que se encaixa para um motor elétrico é mesmo a FTR1200, que é mais compacta, esportiva e moderna do que as classudas e pesadas Scout, Chief e Chieftain.


De certo modo, a FTR1200 também lembra um pouco a Harley-Davidson LiveWire, a primeira motocicleta elétrica da marca que, embora carregue DNA custom, tem um apelo claramente mais jovial e esportivo.

A Indian tem visitado os escritórios de patente com frequência nos últimos meses. No mês passado foram descobertos os nomes “Pursuit” e “Guardian” e antes disso também já havia sido flagrado os registros “Raven” e “Renegate”. No entanto, nenhum protótipo foi avistado até agora.